Início Governo Federal constrói 51 poços tubulares movidos a energia solar no sertão de Pernambuco

Governo Federal constrói 51 poços tubulares movidos a energia solar no sertão de Pernambuco

18 de maio de 2022 às 11:54
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Governo Federal - poços tubulares - energia solar - Sertão Pernambuco
Foto: Reprodução/Governo Federal

O Governo Federal instalou 24 poços movidos a energia solar no sertão de Pernambuco, com o objetivo de contribuir com os agricultores que não possuem água potável de qualidade. O projeto gera benefícios para mais de 600 mil pessoas.

O Governo Federal, através da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), instalou 51 poços movidos a energia solar no sertão do estado de Pernambuco. As instalações foram realizadas no primeiro trimestre deste ano com o objetivo de assegurar o acesso à água de qualidade para os agricultores da região nos períodos de maior seca.

Governo Federal beneficia mais de 600 mil pessoas em Pernambuco

De acordo com Aurivalter Cordeiro, superintendente regional da Codevasf em Pernambuco, o Governo Federal investiu mais de R$ 1,5 milhão na perfuração e instalação dos poços movidos a energia solar, fazendo com que 600 mil pessoas espalhadas em 33 municípios do estado fossem beneficiadas com a iniciativa.

Artigos recomendados

Os municípios beneficiados foram: Arcoverde, Água Preta, Bonito, Betânia, Brejo de Madre de Deus, Cabrobó, Buíque, Catende, Carnaubeira da Penha, Chã de Alegria, Cedro, Lagoa do Itaenga, Ibimirim, Orocó, Machados e Palmares.

Trabalhe no Setor Eólico do Brasil

Além desses, também foram beneficiados os municípios de Palmeirina, Parnamirim, Panelas, Santa Cruz do Capibaribe, Pedra, Pesqueira, Santa Terezinha, São Bento do Una, Santa Maria da Boa Vista, São Lourenço da Mata, Sertânia, Serrita, Triunfo, Solidão, Verdejante, Tupanatinga e Vitória do Santo Antão.

Vale ressaltar que a iniciativa do Governo Federal foi desenvolvida em 2019 e nasceu com o objetivo de levar água potável às regiões mais desassistidas do Brasil. O programa, desde que foi criado, já contribuiu com quase 1 milhão de brasileiros, gerando 47 mil poços de energia solar instalados não só em Pernambuco, mas em toda a região Nordeste do país e em partes do estado de Minas Gerais.

Entenda como funcionam os poços movidos a energia solar em Pernambuco

Os poços movidos a energia solar, instalados pelo Governo Federal, basicamente, contam com um conjunto de painéis de energia solar e um kit de bombeamento. O Kit é alimentado diretamente pelas placas de energia solar fotovoltaicas, tornando possível a utilização das bombas em locais de difícil acesso e sem a necessidade de um cabo para alimentar o sistema. 

Na agropecuária, é comum precisar levar a água para irrigar a plantação ou para bebedouros a grandes distâncias do poço. Nestes casos, bombas movidas a energia elétrica poderiam gerar um custo muito grande aos moradores de Pernambuco. A energia solar foi uma das alternativas encontradas para permitir o consumo de mais água com uma eficiência maior e um menor custo.

Governo Federal incentiva o uso de energia solar

No início deste ano, o presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou a o novo Marco Legal da Geração Distribuída, que fixa diversas regras sobre a geração própria de energia, principalmente sobre subsídios. Embora envolva outras fontes, como a hídrica, este tipo de geração é mais comum na energia solar.

Além disso, é importante mencionar que de acordo com dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), a geração de energia por meio de painéis de energia solar expandiu em 46,6% em outubro do último ano e para este ano, a estimativa é que o aumento seja ainda maior, tendo em vista que desde 2020 o aumento anual é de 230%.

Para suprir essas demandas, algumas empresas estão aderindo à importação dos painéis de energia solar. O aumento no uso de energia solar se deu por conta do esvaziamento dos reservatórios das hidrelétricas no país, o que elevou a tarifa de energia elétrica no último ano. De acordo com dados da Logcomex, empresa que atua com soluções ligadas ao comércio exterior, os painéis solares tiveram uma alta de importação devido à redução do imposto sobre essa atividade.

Relacionados
Mais recentes