ExxonMobil, a maior petroleira dos EUA, faz três novas descobertas contendo hidrocarbonetos e aumenta a estimativa de recursos da Stabroek para quase 11 bilhões de barris de petróleo

Flavia Marinho
por
-
27-04-2022 15:38:50
em Petróleo, Óleo e Gás
ExxonMobil - petróleo - Guiana - refino - EUA - VAGAS - Plataforma de petróleo offshore – Imagem ExxonMobil




Sucesso contínuo valida a ambiciosa estratégia de exploração da ExxonMobil, que aumenta estimativa do Stabroek Block para quase 11 bilhões de barris de petróleo

ExxonMobil, a gigante petroleira dos EUA, informou ontem (26/04) em fato relevante ao mercado global que encontrou, em 1.170 metros de água, no poço Barreleye-1, arenito contendo hidrocarbonetos. Já a perfuração em Patwa-1 encontrou arenito contendo hidrocarbonetos em 6.315 pés (1.925 metros) de água. O poço Lukanani-1 encontrou 115 pés (35 metros) de arenito contendo hidrocarbonetos e foi perfurado em uma profundidade de água de 4.068 pés (1.240 metros). As operações estão em andamento em Barreleye-1 e Lukanani-1.

As três descobertas estão a sudeste dos empreendimentos de Liza e Payara e levam a cinco as descobertas feitas pela ExxonMobil na Guiana em 2022.

“Essas descobertas e a estimativa atualizada de recursos aumentam a confiança que temos em nossa ambiciosa estratégia de exploração para o Bloco Stabroek e ajudarão a informar nossos futuros planos de desenvolvimento para a parte sudeste do bloco”, disse Liam Mallon, presidente da ExxonMobil Upstream Company. “A ExxonMobil continua comprometida em entregar valor em um ritmo acelerado ao povo da Guiana, nossos parceiros e acionistas, e fornecer energia acessível de forma confiável para atender à crescente demanda em todo o mundo.”

Blocos de petróleo na Guiana explorados pela maior petroleira dos EUA prometem produzir mais de 800 mil barris dia até 2025

Atualmente, a ExxonMobil tem quatro projetos sancionados na Guiana. A Liza Phase 1 está produzindo aproximadamente 130.000 barris por dia usando o navio de armazenamento e descarga de produção flutuante Liza Destiny (FPSO). A Liza Phase 2, que começou a ser produzida em fevereiro, está aumentando constantemente sua capacidade para 220.000 barris por dia usando o FPSO Liza Unity. Espera-se que o terceiro projeto, Payara, produza 220.000 barris por dia; a construção em seu navio de produção, o Prosperity FPSO, está em execução aproximadamente cinco meses antes do previsto, com inicialização provavelmente antes do final do ano de 2023. Espera-se que o quarto projeto, Yellowtail, produza 250.000 barris por dia quando o ONE GUYANA FPSO entrar em operação em 2025.

O Bloco Stabroek da Guiana tem 6,6 milhões de acres (26.800 quilômetros quadrados). A afiliada da ExxonMobil, Esso Exploration and Production Guyana Limited, é a operadora e detém 45% de participação no Bloco. A Hess Guyana Exploration Ltd. detém 30% de participação, e a CNOOC Petroleum Guyana Limited detém 25% de participação.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.