Reforço na construção naval: Estaleiros brasileiros estudam parcerias para construção de Navio de Apoio da Marinha

Kelly
por
-
24-09-2020 15:10:28
em Indústria Naval, Portos e Estaleiros
Estaleiros brasileiros buscam parcerias para construção de Navio de Apoio da Marinha Instalações do Estaleiro Mauá, no Rio de Janeiro/Imagem: Divulgação

Além das gigantes da construção naval Ecovix e Wilson Sons, agora dois novos estaleiros nacionais também estão mirando o projeto de construção do navio que dará suporte à base da Marinha do Brasil na Antártida

Muitos estaleiros brasileiros estão buscando parcerias para participar do processo licitatório de construção naval do NApAnt para a Marinha do Brasil. Segundo a revista Portos e Navios, tanto o Estaleiro Atlântico Sul, localizado em Pernambuco, quanto o estaleiro Mauá, no Rio de Janeiro, estudam a possibilidade de formação de consórcio para participar da concorrência da embarcação.

Leia também

No ano passado, a Marinha lançou uma pesquisa no mercado sobre a possibilidade de construção do NApAnt, embarcação que substituirá o Navio de Apoio Oceanográfico Ary Rongel. A entrega das propostas deve ocorrer até o final deste ano e o anúncio final do vencedor em meados de 2021.

Vídeo da Marinha do Brasil explicando detalhes do projeto NApAnt 

A brasileira Ecovix, dona do estaleiro em Rio Grande, uniu-se à estatal chilena Asmar para participar da licitação. A Wilson Sons também firmou uma parceria com a companhia holandesa Damen para concorrer no processo e realizar a construção do navio nos estaleiros da Wilson Sons no Guarujá, em São Paulo.

O navio NApAnt terá capacidade suficiente para prestar apoio logístico ao continente Antártico, atendendo aos requisitos específicos de construção naval requisitados, transportando significativo volume de cargas e equipamentos, além de abrigar laboratórios científicos modernos, com conforto e segurança para sua tripulação. Mais detalhes sobre a solicitação é possível conferir no Diário Oficial da União aqui.

O projeto do navio NApAnt da Marinha do Brasil

A nova estação brasileira na Antártica, Comandante Ferraz, foi reinaugurada no dia 15 de janeiro deste ano apoiada pela Petrobras por meio do Programa Antártico Brasileiro (Proantar) e operada pela Marinha do Brasil, a instalação é destinada a pesquisas científicas nas áreas ambiental, meteorológia, biodiversidade e química, hoje é uma realidade.

O projeto para construção do NApAnt visa o apoio logístico integrado e da manutenção para apoiar logisticamente o Proantar, contribuindo para segurança da navegação na região Antártica por meio da realização de levantamentos hidrográficos.

A Marinha destaca que o novo navio busca modernidade em termos logísticos de capacidade ampliada e com redução de tripulação, o que favorece o embarque de pesquisadores. O navio NApAnt terá capacidade de transportar helicópteros em ambiente protegido e terá autonomia adequada para sua finalidade.

Tags:
Kelly
Engenheira de Petróleo especialista em Eficiência Energética e pós-graduada em Engenharia Civil; Possui experiência em atividades na indústria petrolífera onshore. Entre em contato para sugestões de pauta, postar vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe