Construção naval: Wilson Sons firma parceria com multinacional holandesa para construção de Navio de Apoio da Marinha do Brasil

Kelly
por
-
16-09-2020 15:46:36
em Indústria Naval, Portos e Estaleiros
Construção naval: Wilson Sons firma parceria com multinacional holandesa para construção de Navio de Apoio da Marinha do Brasil Vista aérea da Wilson Sons estaleiros/ Imagem: Divulgação

Consórcio formado pelas empresas irá participar de licitação para o projeto de construção naval do NApAnt, que substituirá o Navio de Apoio Oceanográfico Ary Rongel da Marinha do Brasil

Após a brasileira Ecovix unir-se à estatal chilena Asmar, agora chegou a vez da Wilson Sons também anunciar uma parceria para concorrer na licitação de construção do novo Navio de Apoio Antártico (NApAnt) da Marinha do Brasil. A empresa irá se juntar com a Damen, uma companhia holandesa de conglomerado de defesa, construção naval e engenharia com sede em Gorinchem, Holanda.

Veja outras notícias da construção naval

No ano passado, a Marinha do Brasil lançou uma pesquisa no mercado sobre a possibilidade de construção do navio NApAnt, que substituirá o Navio de Apoio Oceanográfico Ary Rongel. A entrega das propostas deve ocorrer até o final deste ano e o anúncio final do vencedor em meados de 2021.

Caso o consórcio da Wilson Sons e Damem vença a licitação, o navio será construído nos estaleiros da Wilson Sons no Guarujá, no estado de São Paulo. Um percentual mínimo de 45% é exigido de conteúdo local e os investimentos são estimados em cerca de R$ 750 milhões.

De acordo com o diretor executivo dos estaleiros da Wilson Sons, Adalberto Souza, a companhia é parceira da Damen em 92 projetos nas últimas décadas e está otimista com estas demandas devido à experiência no mercado, qualidade técnica e do histórico de entregas dentro do prazo de ambas as empresas.

A Marinha do Brasil também está avaliando a possibilidade de construção de dois Navios de Apoio Hidroceanográficos, Navios Patrulhas e Embarcações de Busca e Salvamento no médio prazo, além da licitação do NApAnt. Essas demandas também estão na mira do consórcio formado pela Wilson Sons e Damen.

O navio NApAnt terá capacidade suficiente para prestar apoio logístico ao continente Antártico, atendendo aos requisitos específicos de construção naval requisitados, transportando significativo volume de cargas e equipamentos, além de abrigar laboratórios científicos modernos, com conforto e segurança para sua tripulação.

O projeto do navio NApAnt da Marinha do Brasil

A nova estação brasileira na Antártica, Comandante Ferraz, foi reinaugurada no dia 15 de janeiro deste ano apoiada pela Petrobras por meio do Programa Antártico Brasileiro (Proantar) e operada pela Marinha do Brasil, a instalação é destinada a pesquisas científicas nas áreas ambiental, meteorológia, biodiversidade e química, hoje é uma realidade.

O projeto para construção do NApAnt visa o apoio logístico integrado e da manutenção para apoiar logisticamente o Proantar, contribuindo para segurança da navegação na região Antártica por meio da realização de levantamentos hidrográficos.

A Marinha destaca que o novo navio busca modernidade em termos logísticos de capacidade ampliada e com redução de tripulação, o que favorece o embarque de pesquisadores. O navio NApAnt terá capacidade de transportar helicópteros em ambiente protegido e terá autonomia adequada para sua finalidade.

*Informações via Poder Naval

Construção naval brasileira: Projeto do novo navio NApAnt da Marinha do Brasil

Tags:
Kelly
Engenheira de Petróleo especialista em Eficiência Energética e pós-graduada em Engenharia Civil; Possui experiência em atividades na indústria petrolífera onshore. Entre em contato para sugestões de pauta, postar vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.