Ensco e Rowan se juntam e passam a ter 82 Sondas Offshore

EnscoRowan

Nova empresa será sediada em Londres e será líder em perfuração Offshore em qualquer lamina d’água, conforme declarou o presidente-executivo da companhia, Carl Trowell.

A Ensco e a Rowan anunciaram na última quinta-feira (11/04), a fusão das empresas, que passa agora a se chamar EnscoRowan e as ações serão negociadas na bolsa de valores de Nova York.
A Justiça do reino unido já aprovou o negócio, a nova empresa terá sede em Londres e já nasce com uma invejável frota de 82 sondas, sendo 28 flutuantes e 54 jack-ups.

Na nova divisão acionária, os acionistas da Ensco, pois ficarão com 55% das ações da nova empresa, e os da Rowan ficarão com 45%.
A EnscoRowan terá um valor de mercado de aproximadamente US$ 12 bilhões e a operação de fusão começou a ser costurada no mercado Offshore em outubro do ano passado.

A EnscoRowan no Brasil

A Ensco 6002, que está afretada pela Petrobras até dezembro de 2019, é a única sonda da EnscoRowan operando no Offshore brasileiro.
No início dos anos 2000 a Ensco fechou quatro contratos com a Petrobras e o da Ensco 6002 é o único ainda em vigor.

Em relação a Rowan, a empresa não tem contratos com a petroleira brasileira, mas já fizeram negócios, em janeiro do ano passado, a perfuradora comprou jack-ups P-69 e P-60 da Petrobras.

O mercado de perfuração já foi movimentado recentemente por outra grande fusão, no fina do ano passado, a Transocean comprou a Ocean Rig , criando uma nova empresa com uma frota de 57 sondas.

Você viu que a petroleira Dommo (ex-Ogx) teve pedido de exclusão feito pelas sócias Enauta (Ex-QGEP) e Barra Energia no início do ano aprovado pelo CADE e recorre a corte de Paris para não deixar o campo de Atlanta ? Acesse aqui e leia a matéria completa !

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Click Petróleo e Gás.

Renato Oliveira

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)