Início Eneva firma acordo com mineradora Vale para fornecimento de gás natural extraído das reservas da Bacia do Parnaíba

Eneva firma acordo com mineradora Vale para fornecimento de gás natural extraído das reservas da Bacia do Parnaíba

5 de julho de 2022 às 12:58
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Dando continuidade ao seu plano de redução nas emissões de carbono, a Vale agora busca substituir o óleo combustível pelo gás natural nas suas operações e contará com o abastecimento do recurso por meio das reservas da Eneva na Bacia do Parnaíba.
Fonte: Vale/Divulgação

Dando continuidade ao seu plano de redução nas emissões de carbono, a Vale agora busca substituir o óleo combustível pelo gás natural nas suas operações e contará com o abastecimento do recurso por meio das reservas da Eneva na Bacia do Parnaíba

A companhia energética Eneva anunciou, na última sexta-feira (01/07), a assinatura de um contrato com a Vale para viabilizar o fornecimento de gás natural para a Usina de São Luís, no Maranhão. Dessa forma, a empresa de energia pretende realizar uma nova rodada de investimentos na produção do recurso na Bacia do Parnaíba para o fornecimento do combustível, enquanto a mineradora busca substituir o óleo combustível para garantir mais sustentabilidade na produção. 

Vale começará a receber gás natural da Eneva para substituir óleo combustível na cadeia de produção a partir do ano de 2024, como prevê contrato assinado

O mercado de gás natural no Brasil vem crescendo fortemente durante os últimos meses, principalmente após os problemas de abastecimento da Petrobras, e as empresas buscam agora contratos próprios para reduzirem a dependência da estatal. Assim, a Vale deu mais um passo em busca da sustentabilidade e garantiu a assinatura de um acordo com a Eneva para o recebimento do combustível durante os próximos anos. 

Artigos recomendados

O fornecimento do gás natural começará a partir do ano de 2024, de acordo com o contrato assinado entre as empresas, e será responsável pelo abastecimento da Usina de São Luís, no Maranhão. Além disso, a chegada do commodity será responsável pela substituição do óleo combustível na cadeia produtiva mineral da Vale, e garantirá ainda uma redução nas emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) em cerca de 28%.

Dessa forma, as empresas avançam em busca de um futuro mais sustentável e limpo no ramo da mineração no Brasil. 

A Eneva destacou que a assinatura do contrato só foi possível devido à regulamentação implementada pelo marco do Novo Mercado de Gás, que possibilita a contratação do insumo no âmbito do Mercado Livre. Essa foi uma contribuição recente para o ramo dos combustíveis no Brasil, mas já vem possibilitando novos rumos para o segmento, já que abriu o mercado para contratos privados. 

Eneva investirá na produção da Bacia de Parnaíba e Vale pretende expandir sustentabilidade com a substituição do óleo combustível pelo gás natural

Para o abastecimento de gás natural da Vale ao longo dos próximos anos, a Eneva utilizará as suas reservas da Bacia do Parnaíba e, para isso, instalará uma unidade adicional de liquefação do insumo em Parnaíba, com capacidade instalada de 300 mil m³/dia. A companhia ainda destacou a importância dos investimentos na Bacia do Parnaíba e disse: “Com essa nova planta, a capacidade total de liquefação no Complexo do Parnaíba atingirá 600 mil m³/dia. Esse volume será destinado majoritariamente para atender os contratos com a Suzano, anunciados recentemente, e com a Vale”.

As reservas da Bacia do Parnaíba serão essenciais para que a Vale possa utilizar o gás natural na substituição do óleo combustível e dê continuidade ao seu plano de descarbonização. A mineradora possui atualmente a meta de reduzir em 33% as suas emissões de carbono diretas e indiretas até 2030. Dessa forma, a planta do Maranhão deixará de utilizar o óleo combustível e adotará o gás natural para garantir mais sustentabilidade na pelotização dos minérios. 

Conheça mais sobre a companhia energética Eneva

A Eneva é uma das principais empresas do ramo de produção de gás natural do Brasil atualmente, com um portfólio de negócios nos estados do Amazonas e do Maranhão, que incluem 11 campos de gás natural nas Bacias do Parnaíba (MA) e Amazonas (AM), e agora expande a sua presença na diversificação do abastecimento interno de grandes companhias, como a mineradora Vale.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes