Energia solar pode ultrapassar mais 200 GW de capacidade instalada em todo o mundo em 2021

Roberta Souza
por
-
26-02-2021 16:38:16
em Energia Renovável
Energia solar, energia Energia solar

A expectativa é que o setor de energia solar cresça com a implantação de novos sistemas conectados à rede; ano passado o esperado foi de 141 GW

A BloombergNEF (BNEF) apresentou um relatório que mostra que, com a implantação do novo sistema de conexão à rede, a expectativa é de que aumente nos próximos anos, podendo este ano ser instalados 209 GW de energia solar em todo o mundo – ante os 141 GW em 2020. A Global Photovoltaic Market Outlook também destacou que a implementação de novos sistemas fotovoltaicos ligados à rede deverá aumentar ainda mais nos próximos anos. Espera-se que aumente em 221 GW até 2022 e 240 GW até 2023.

Confira ainda outras notícias do dia:

A BNEF, em seu relatório diz que “Pelo menos 160 GW de potência de solar serão implantados em 2021. A maioria dos mercados crescerá, especialmente a Índia, que tem um grande número de projetos atrasados ​​em 2020, e a China, que deve manter o crescimento para manter o curso para sua meta de zero líquido para 2060”.

Escassez com matérias-primas dos equipamentos:

A BloombergNEF dissipou quaisquer preocupações sobre a escassez de oferta, observando a expansão planejada da capacidade de produção de polissilício, wafer e vidro. Analistas que participaram do relatório disse que “Embora alguns gargalos de polissilício persistam, os preços do material devem se estabilizar em torno de US$ 12 / kg este ano. Esperamos que os valores caiam para cerca de US$ 0,19 / W para módulos padrão baseados em wafers de 166 mm, com painéis de formato maior comandando um prêmio em mercados sem tarifas comerciais punitivas”.

Disponibilidade de silício:

De acordo com a análise da empresa, mesmo que os Estados Unidos e a Europa impusessem sanções efetivas aos produtos da província, o silício fora de Xinjiang é suficiente para atender à demanda. Esse problema pode exigir que os fornecedores de lingotes de cristal mantenham alguns produtos não misturados para abastecer esses mercados, o que pode aumentar ligeiramente os preços e beneficiar a First Solar, um importante fornecedor de módulos solares que não se baseiam em silício.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos