Venda de máquinas e equipamentos fatura R$ 12,5 bilhões em janeiro, mostra Abimaq

Roberta Souza
por
-
26-02-2021 08:55:00
em Economia, Negócios e Política
Máquinas, equipamentos Máquina




A Abimaq mostrou que as vendas de máquinas e equipamentos teve melhor desempenho desde janeiro de 2015, quando o faturamento do setor foi de 13,2 bilhões de reais

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos – Abimaq, divulgou que em janeiro, o faturamento total da indústria brasileira de máquinas e equipamentos foi de 12,5 bilhões de reais, aumento de 38,5% em relação ao mesmo mês de 2020. Segundo a associação, esse foi o melhor desempenho desde janeiro de 2015, quando o faturamento do setor foi de 13,2 bilhões de reais.

Veja ainda outras notícias do dia:

O presidente-executivo da Abimaq, José Velloso, disse que “Depois de muito tempo, algo como sete anos sem investir, as empresas precisam renovar o parque industrial. Se não, o parque fica obsoleto e a produtividade cai. Muito das vendas de máquinas para a indústria vem da renovação de parque industrial obsoleto”, ao explicar o motivo das vendas de máquinas continuam aumentando sem aumentar a taxa de investimento.

Vendas e exportações:

Do total de 12,5 bilhões de reais, 9,6 bilhões de reais foram provenientes das vendas para o mercado interno brasileiro, um total de 50,8% superior ao de janeiro de 2020.

“Os segmentos que sinalizaram aumento nas vendas, destaque para máquinas agrícolas com avanço nas empresas de todos os portes. Outro segmento que tem colaborado para a alta das vendas internas e máquinas para infraestrutura, incentivado, em grande medida, pelo andamento do Programa de Parcerias de Investimento (PPP)”, diz em nota a Abimaq.

Em termos de exportações, o faturamento de equipamentos dessa indústria em janeiro foi de 545,8 milhões de reais, uma redução de 1,6% em relação ao mesmo mês de 2020. Na comparação com dezembro, as exportações caíram 28,1%.

“As exportações de máquinas e equipamentos sentiram fortemente a redução do comércio global em razão da pandemia em 2020. Após crescer 0,9% em dezembro, as exportações de máquinas recuaram 1,6% em janeiro de 2021, em linha com a sazonalidade de início de ano”, concluiu a Associação.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos