Empresa cria carro elétrico para cadeirantes, sem assento e com autonomia máxima de 40 km/h

Valdemar Medeiros
por
-
09-05-2021 10:39:36
em Logística e Transporte
Carro elétrico - cadeirante - assento Cadeirante entrando em carro elétrico – Fonte: Techradar

Community Car’s, empresa do Texas, cria um carro elétrico sem assento e com uma porta traseira feita exclusivamente para cadeirantes que promete revolucionar o mercado

Uma empresa, a Community Car’s, criou um carro elétrico sem assento para cadeirantes, conhecido como Kenguru. O protótipo teve seu design criado na Hungria, porém, foi desenvolvido em uma fábrica nos Estados Unidos, mais precisamente no Texas.

Leia também

Sobre o carro elétrico para cadeirantes  

O carro elétrico não possui assentos, e o seu protótipo é bem menor do que um carro smart, sendo, ainda, mais inteligente. De acordo com a empresa, o carro para cadeirante alcança uma velocidade máxima de 40 km/h e possui uma boa autonomia em ambientes urbanos. Em uma única carga, o carro elétrico sem assento consegue rodar 100 km.

O valor do carro elétrico para cadeirantes ainda não possui um preço final definido pela empresa, mas os interessados podem fazer uma reserva online. O carro elétrico está na reta final de seu desenvolvimento, de acordo com o comunicado no site oficial, e um “novo imposto” poderá ser proposto ao governo em relação à importação de carros que atendam às necessidade de cadeirantes e outras pessoas com deficiência.

O carro elétrico para cadeirantes na visão da mídia

O protótipo Kenguru foi o centro das atenções na mídia, e já chegou a arrecadar mais de milhões de dólares em investimentos, o equivalente a R$ 21 milhões em transferência direta. A tecnologia do protótipo torna o carro elétrico ideal para cadeirantes, já que o motorista entra pela porta traseira do veículo, que é acionada por uma espécie de controle remoto. Há, também, uma alavanca que serve para abaixar a rampa, que leva o cadeirante até o interior do veículo, e isso tudo sem precisar sair da cadeira de rodas.

A rampa leva cerca de 15 segundos para ser abaixada por completo e, ao entrar, basta “estacionar” a cadeira de rodas no local, já que o veículo não possui assento para o motorista.

O banco do motorista é a própria cadeira de rodas, então basta usar o Kenguru como um carro tradicional. Os comandos no interior do carro elétrico são parecidos com os de uma motocicleta, sendo mais fáceis, acessíveis e intuitivos para se navegar e conduzir. O carro chega a pesar 290 kg sem as baterias, é um veículo seguro e compacto, e possui uma grande vantagem para estacionar em lugares pequenos.

Palavras do CEO da empresa

Segundo Stacy Zoern, CEO da empresa Community Car’s, os cadeirantes podem dirigir carros tradicionais que possuem algumas modificações, porém, o verdadeiro desafio é para eles se transferirem para dentro do veículo sozinhos. Logo, essa será uma grande oportunidade para cadeirantes que querem realizar suas tarefas diárias.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.