Previsão da Marinha se concretiza! Ciclone se forma em alto mar com ventos de velocidades superiores a 63 km/h

Flavia Marinho
por
-
24-01-2020 13:50:58
em Petróleo, Óleo e Gás
Previsão da Marinha se concretiza! Ciclone se forma em alto mar com ventos de velocidades superiores a 63 km/h no RJ Previsão da Marinha se concretiza! Ciclone se forma em alto mar com ventos de velocidades superiores a 63 km/h no RJ

Previsão da Marinha se concretiza; ciclone se formou em alto mar do Rio de Janeiro ontem, com ventos de velocidades superiores a 63 km/h

Plataformas em alerta! Advertência da Marinha sobre formação de ciclone em alto mar no Rio de Janeiro se concretizou às 22h de ontem, 23 de janeiro. Após ventos atingirem velocidades superiores a 63 km/h no RJ, Kurumí que antes estava classificado como depressão subtropical, passa ser considerado ciclone ou há quem chame de tempestade subtropical.

Leia também

De acordo com a Marinha do Brasil, o centro do ciclone está a 700 km (377 milhas náuticas) a sudeste de Arraial do Cabo, no RJ, com deslocamento para o sul.

A Marinha informa também que as previsões de vento forte na faixa litorânea entre as cidades de Arraial do Cabo e Ilhéus, na BA; e também entre as cidades de Tramandaí, em SC e Santos, SP.

Há  muitas plataformas de petróleo instaladas nas regiões citadas acima, deixando petroleiras atuantes nas áreas de risco atentas a fim de manter em segurança sua tripulação e unidades.

Uma delas é a Shell que emitiu a seguinte  nota ao Petronotícias: “As unidades operacionais offshore da Shell Brasil (FPSO Espírito Santo e FPSO Fluminense) estão cientes deste prognóstico e preparadas para estas condições climáticas adversas. Nestas condições, as atividades a bordo são constantemente avaliadas, sempre priorizando a segurança da tripulação e do meio ambiente”.

Equinor também emitiu uma nota sobre a situação: “A Equinor monitora permanentemente as condições climáticas e do mar nas regiões onde atua e tomará todas as medidas necessárias cabíveis caso se confirme esta ocorrência”.

Ocyan também enviou uma nota: “A Ocyan mantém seus ativos preparados para quaisquer eventualidades em razão de mudanças nas condições climáticas. As respectivas equipes técnica, de segurança e toda a liderança reforçam, diariamente, entre outros temas, ações de prevenção em alto-mar. A segurança é o principal valor da empresa.”

Os ciclones ou tempestades subtropicais não costumam trazer estragos em solo, porque se deslocam para alto-mar, na direção sul. Contudo, eles podem causar chuvas volumosas no continente.

Órgãos do Governo Federal fizeram um alerta conjunto, no início da semana, para a possibilidade de chuvas intensas na faixa que compreende o Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais e Rio de Janeiro, além do Distrito Federal. Nas últimas horas, a capital mineira Belo Horizonte sofreu transtornos devido às fortes chuvas.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.