Em Minas Gerais, novo centro logístico de R$ 750 milhões será construído. O local abrirá mais de 6.500 empregos

Roberta Souza
por
-
13-10-2021 13:41:30
em Economia, Negócios e Política
Minas Gerais – emprego Parque logístico/ Fonte: Jornal de Uberaba

Localizado na cidade de Extrema, em Minas Gerais, o BWP Business Park investirá na construção do terceiro maior centro logístico do país

Através da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi), o governo de MG anunciou que atraiu mais um grande investimento para o Sul do estado: o terceiro maior centro logístico do país, o BWP Business Park – Extrema. A iniciativa vai movimentar R$ 750 milhões e gerar 6.500 empregos diretos. Serão estabelecidos dois parques logísticos de e-commerce, somando oito galpões construídos em 400 mil metros de Área Bruta Locável (ABL), o correspondente a 38 campos de futebol. Leia ainda esta notícia: Magazine Luiza anuncia expansão de centro de distribuição em Minas Gerais e tem 500 novos empregos abertos

Novo empreendimento que irá gerar empregos em Minas Gerais

Os dois condomínios que vão abrigar os empreendimentos estão em fase de construção. O primeiro galpão do projeto 1 será entregue, ainda neste mês, e os galpões do projeto 2, até meados de 2022. O protocolo de formalização do investimento foi assinado e o projeto segue em implantação, reiterando o compromisso do Governo de Minas Gerais com a retomada do desenvolvimento econômico no estado.

O Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, destaca que o Indi tem trabalhado para mostrar para empresas desenvolvedoras, de comércio eletrônico e operadores logísticos, o potencial mineiro. “Esse investimento vem consolidando ainda mais, Extrema, como um dos grandes celeiros de e-commerce nacional, uma vez que o município oferece infraestrutura para melhorar toda essa capacidade de armazenamento logístico e escoamento de produção. A iniciativa pavimenta a vinda de outras iniciativas e segue a linha de sucesso do município e de todo o estado de Minas Gerais, no esforço de atrair novas empresas”, explica o secretário.

A escolha do local e mais sobre o projeto

Considerado o principal hub de e-commerce, o município de Extrema tem localização privilegiada, com acesso exclusivo à rodovia Fernão Dias e pontos de conexão a grandes centros consumidores. O diretor de Atração de Investimentos do Indi, Adriano Carvalho, afirma que o empreendimento consolida a cidade como um grande centro logístico de comércio eletrônico, de Minas Gerais e do Brasil, já que o município responde por 25% da atividade do setor no país.

O projeto encabeçado pela BlackWall, assessoria de captação de recursos e Real State, tem a Diase como construtora especializada em centros de distribuição e indústrias e leva a assinatura do arquiteto, Alcindo Dell’Agnese, que tem no currículo grandes empreendimentos pelo Brasil. Os dois condomínios que irão gerar empregos, são considerados projetos de ponta no país, com galpões que captam energia fotovoltaica e tecnologia de reuso de água, além de arquitetura moderna baseada em parâmetros internacionais de sustentabilidade e certificação internacional, LEED Gold, que promete revolucionar o mercado de logística do Sul de Minas Gerais, de acordo com o diretor-presidente da BlackWall, Bernardo Werneck.

Confira: Novo centro de distribuição irá gerar 300 novos empregos no estado de Minas Gerais

A Infracommerce, companhia responsável pela operação de e-commerce de gigantes como Nike, Ambev, Unilever, Motorola, Ray Ban e outras marcas nacionais e internacionais acaba de iniciar atividades em Extrema, no Sul de Minas Gerais. A inauguração do centro de distribuição (CD) vai gerar cerca de 300 empregos diretos, podendo chegar a mais de 500, durante o evento comercial Black Friday.

Segundo ele, a escolha por Extrema, no estado de Minas Gerais, ocorreu pela combinação de fatores como a localização estratégica, uma vez que a cidade está próxima de grandes centros consumidores, tendo a existência de incentivo fiscal para alguns clientes, o que ajuda na viabilidade da operação, e o fato de Minas Gerais representar o terceiro maior polo de consumo entre os 260 clientes da companhia.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe