Em meio a crise, Eletrisa prepara a construção de sete novas usinas no RS

Flavia Marinho
por
-
15-05-2020 16:25:32
em Refinaria e Termoelétrica, Uncategorized
Em meio a crise, Eletrisa prepara a construção de sete novas usinas no RS Em meio a crise, Eletrisa prepara a construção de sete novas usinas no RS

Em meio a pandemia, a operadora de usinas Eletrisa prepara investimento de 235 milhões de reais para construir sete novas usinas no Rio Grande do Sul


A operadora de usinas Eletrisa anunciou investimentos na ordem de 235 milhões de reais para a construção de sete novas usinas no Rio Grande Sul e Santa Catarina. Juntas as usinas terão capacidade de 37 MW. Petrobras põe à venda quatro usinas termoelétricas a óleo

Leia também

“Mesmo neste cenário momentaneamente adverso, mantemos nossa intenção de dar início aos projetos no Sul do país”, afirma o Olinto Silveira, diretor da Eletrisa.

Atualmente a Eletrisa conta com 15 usinas em operação, sendo sete em sociedades, com 42 MW, e oito de terceiros, com 40 MW, totalizando 82 MW.

Eletrisa planeja dar início as obras no Rio Grande do Sul, são elas: Silveira III, Cerquinha III e Touros II, III, IV e V. Juntas as seis usinas irão produzir um total de 27 MW. O empreendimento custará a companhia investimentos de aproximadamente 180 milhões de reais.

De acordo com o diretor da empresa, o licenciamento ambiental para a construção das usinas está previsto para ser autorizado esse semestre.

Já o licenciamento para a construção da outra usina, a PCH Rio do Sul, em Santa Catarina, esta ainda sem perspectiva. O novo empreendimento custará a Eletrisa cerca de 55 milhões de reais.

O executivo ressalta os impasses por conta das alternâncias de governos estaduais. Mas ainda assim, o apoio do atual governo do estado garantiu há poucos dias a aprovação de 15 novas PCHs, totalizando 39 MW.

Já em Santa Catarina, o empresário afirma que o programa SC Mais Energia, que agilizou processos em gestões passadas, vem sofrendo revezes.

Silveira afirma que apesar das dificuldades a companhia pretende atuar futuramente no mercado de energia eólica e de usinas hidrelétricas de grande porte.

Das usinas próprias (todas em parcerias) em operação, cinco são em Santa Catarina, uma no Rio Grande do Sul e uma no Mato Grosso. Já entre as usinas de terceiros operadas pela empresa, uma fica em território gaúcho e sete são catarinenses.

A empresa é composta por uma associação de aproximadamente 400 investidores e comercializa energia no mercado livre tendo sete PCHs que somam 37 MW em licenciamento no Sul do Brasil.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.