Petrobras põe à venda quatro usinas termoelétricas a óleo

Flavia Marinho
por
-
14-05-2020 07:51:32
em Petróleo, Óleo e Gás
Petrobras põe à venda quatro usinas termoelétricas a óleo Petrobras põe à venda quatro usinas termoelétricas a óleo




As usinas termoelétricas da Petrobras operam com óleo combustível e têm possibilidade de conversão para operação a gás natural.

A Petrobras anunciou ontem à noite (12), o teaser referente à venda de quatro usinas termelétricas (UTEs), sendo três localizadas em Camaçari-BA e movidas a óleo combustível, e uma bicombustível (óleo diesel ou gás natural) localizada em Canoas-RS (UTE Canoas). Petrobras iniciou em 27 de abril, a venda de fábricas de biodiesel.

Leia também

 

“A divulgação está de acordo com as diretrizes para desinvestimentos da Petrobras e com o regime especial de desinvestimento de ativos pelas sociedades de economia mista federais”, informou a estatal por meio de nota.

“Essa operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhora de alocação do capital da companhia, visando à maximização de valor para os seus acionistas”, acrescentou.

As UTEs Polo Camaçari são ativos de titularidade da Petrobras e englobam as usinas Arembepe, Bahia 1 e Muricy, com potência total instalada de 329 MW.

As usinas operam com óleo combustível e têm possibilidade de conversão para operação a gás natural.

A UTE Canoas é um ativo de titularidade da Petrobras e possui potência instalada de 249 MW.

A usina é bicombustível (gás natural e óleo diesel), possuindo, portanto, potencial ganho operacional com a expansão esperada da malha de gasodutos e/ou novos terminais de regaseificação.

O teaser, que contém as principais informações sobre a oportunidade, bem como os critérios de elegibilidade para seleção de potenciais participantes, está disponível no site da Petrobras 

Petrobras põe à venda quatro usinas termoelétricas a óleo

Petrobras põe à venda quatro usinas termoelétricas a óleo

Petrobras – Com 7 milhões de botijões de gás, Reduc bate novo recorde de entrega de GLP

Foram 90.306 toneladas vendidas somente no mês de Abril, o equivalente a 7 milhões de botijões de gás de cozinha.

“Pela primeira vez, a refinaria rompeu a marca média de 3.000 toneladas/dia de fornecimento do produto. Foram 102 toneladas de GLP a mais por dia em relação a março, o que representa um aumento de 3,5% na entrega diária na comparação com o mês anterior”, afirmou Petrobras em nota.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.