Dois dos principais Portos de Santa Catarina são fechados e podem prejudicar movimentação de contêineres do país

Valdemar Medeiros
por
-
23-04-2021 16:31:56
em Indústria Naval, Portos e Estaleiros
Portos -Santa Catarina - Contêineres Complexo de Itajaí em SC – Fonte: NCS naval


Ondas de 2 metros e ventos fortes, causados por um ciclone, fizeram com que a marinha fechasse os canais de acesso aos portos de Itajaí e Navegantes, em Santa Catarina, impossibilitando, até agora, um navio de contêineres de manobrar

Na última quarta-feira (21), por conta do mau tempo, a Marinha fechou os canais de acesso aos portos de Itajaí e Navegantes, no Litoral Norte de Santa Catarina. De acordo com a corporação, o mar está agitado, com ondas de aproximadamente 2 metros, causadas por um ciclone. O fechamento dos portos de Santa Catarina ocorreu por volta das 10 horas. As ventanias e a altura das ondas nas proximidades deixaram impossíveis as manobras dos navios com contêineres. 16 manobras estão no cronograma dos portos até sábado (24) e, até então, uma delas foi suspensa, e ainda não há precisão de retorno à normalidade.

Leia também

Portos de Santa Catarina são fechados Pela Marinha brasileira

No porto de Itajaí, os contêineres chegam a uma altura de um prédio de seis andares. O porto faz parte de uma das alternativas que alavancam a economia do estado, trazendo um modelo eficiente para as empresas e para ao mercado.

Como uma parte de 13% da movimentação nacional, o porto de Itajaí, em Santa Catarina, é o segundo movimentador de contêineres no país. Ele é localizado em um local estratégico, em um dos principais entroncamentos rodoviários do Sul Brasil, interligado pelas rodovias BR 101 e BR 470 e a SC- 470, que ligam o oeste de Santa Catarina a Itajaí.

Já o porto de Navegantes foi o primeiro terminal privado de contêineres do Brasil, em 2007, quando a Portonave começou suas operações.

Portos de Santa Catarina sem previsão de reabertura

A Delegacia da Capitania dos Portos irá fazer uma nova avaliações das condições meteorológicas, porém, as informações que chegaram aos portos é ainda há riscos navegacionais. Três cabos arrebentaram enquanto um navio manobrava os contêineres, durante a madrugada desta quinta-feira (22), no Porto de Imbituba.

A Defesa Civil de Santa Catarina já havia alertado que o ciclone subtropical iria trazer um risco de ressaca no litoral. De acordo com Leandro Puchalski, meteorologista, o ciclone está a cerca de 450 quilômetros do Rio de Janeiro.

Sobre a Portonave

A Portonave iniciou suas operações em outubro de 2007, na cidade de Navegantes, em Santa Catarina, como o primeiro terminal portuário de contêineres privado no Brasil. Ela é reconhecida internacionalmente por sua qualidade e alta produtividade, e, atualmente, a companhia gera mais de 1,1 mil vagas de emprego para colaboradores.

Hoje, a Portonave tem uma vasta área de 400 mil m2, e 360 mil m2 desses é de área alfandegada, dividida em três partes, em um cais linear de 900m.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.