Descobertas de petróleo e gás em 2019 somaram 12,2 bilhões barris de óleo equivalente

Petróleo e o Brasil

A empresa ExxonMobil se destaca nas descobertas de petróleo e gás segundo a Rystad Energy, pelo sucesso exploratório na Guiana

O ano de 2019 se destaca pelas descobertas de petróleo e gás, que ao todo, foram 12,2 bilhões de boe (barris de óleo equivalente), o maior volume desde 2015, segundo a Rystad Energy (empresa independente de serviços de consultoria de petróleo e gás e dados de inteligência de negócios que oferece bancos de dados globais, consultoria estratégica e pesquisa).

Você também pode se interessar:

Ao todo, foram registradas 26 descobertas no mundo no ano de 2019, sendo quatro delas pela ExxonMobil no bloco Stabroek, no offshore da Guiana. Ainda, no mesmo país, a Tullow Oil fez outras descobertas, Joe e Jethro (blocos exploratórios). A estimativa é que no país, os recursos recuperáveis sejam de 1,8 bilhão de boe, onde 1,07 bilhão em ativos são operados pela ExxonMobil.

Já a maior descoberta do ano foi feita pela BP, na África, em águas profundas da Mauritânia, com volume estimado de 1,3 bilhão de boe. Em seguida, vem a Gazprom, descobertar no Mar de Kara, na Rússica, de 1,5 bilhão de boe.

Entretando, o aumento de 22% em relação ao ano de 2018 em questão de volume, ainda não foi o estimado anteriormente, tendo em vista que muitos dos poços de alto impacto, não obtiveram bons resultados. Segundo analista de Upstream da Rystad, Palzor Shengda, mais de 10 bilhões de barris estimados pré perfuração não foram encontrados.

A expectativa para este ano de 2020 é que as descobertas sigam em ritmo crescente.

Roberta Santiago

About Roberta Santiago

Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial.