Com a criação de 450 empregos e investimentos de R$ 32 milhões, nova fábrica do setor eólico será construída no RN

Roberta Souza
por
-
14-09-2021 11:00:14
em Indústria e Construção Civil
Fábrica – empregos – eólico Parque eólico/ Fonte: Época Negócios

A nova fábrica que irá abrir os empregos, será construída pela Nordex/Acciona na cidade de Lajes, localizada na região centro do Rio Grande do Norte

Ontem, segunda-feira (13/09), graças a uma articulação feita pelo Senador Jean (PT), a empresa Nordex/Acciona vai abrir uma nova fábrica de concreto em Lajes, na região Central potiguar. Os representantes da empresa em encontro com o senador, anunciaram que a nova fábrica que irá produzir torres de concreto armado para a instalação de usinas eólicas na região, irá gerar a criação de mais de 450 empregos diretos em um investimento de R$ 32 milhões. Leia ainda: Empresa farmacêutica investirá R$ 70 milhões para a construção de nova fábrica, em Minas Gerais. Leia ainda: Empresa farmacêutica investirá R$ 70 milhões para a construção de nova fábrica, em Minas Gerais

A articulação do senador para a atrair a fábrica à cidade de Lajes

Em reunião com o senador potiguar, o diretor comercial da Nordex/Acciona, David Lobo, reforçou a importância da região, estratégica para a companhia por estar no centro do Estado e próximo aos principais parques eólicos: “Queremos tornar viável a inauguração da fábrica até o primeiro semestre do próximo ano”. Declarou o diretor.

Para o senador Jean Paul, a inda da fábrica para Lajes é mais um sinal de como o mercado no setor está em exponencial crescimento no estado do Rio Grande do Norte. Os diretores buscaram a articulação do Senador junto ao Governo do Estado e à Prefeitura de Lajes: “Muito se fala na contrapartida que a energia eólica gera para o RN. Para além da autossuficiência energética garantida ao nosso Estado, o setor ainda oferta empregos diretos e indiretos que emancipam a mão de obra potiguar e promovem impacto direto na vida das pessoas. Já conversei com o prefeito de Lajes, Felipe Menezes, e estou em diálogo junto à governadora Fátima Bezerra para acelerar a vinda desse mais novo reforço na nossa economia”, afirmou.

Investimentos no setor eólico

O grupo estrangeiro atua no mercado brasileiro desde 2013 e é responsável por produzir torres de concreto pré-moldados que sustentam os aerogeradores. Com a nova fábrica no RN, a Nordex/Acciona vai fomentar mais ainda a vinda de investimentos nesse setor.

Já o diretor da SR Energia, Eduardo Vieira, defendeu o investimento para fomentar o setor eólico: “Para que possamos garantir a infraestrutura necessária para a instalação de parques com torres de suporte em concreto precisamos aproximar a fábrica, reduzindo custos e ampliando a capacidade de construção”, pontuou.

Confira ainda: Fábrica da Toyota no estado de São Paulo abrirá 450 novos empregos com retomada de 3º turno

A Toyota anunciou que vai reabrir um terceiro turno de trabalho na fábrica de Sorocaba, no interior do estado de São Paulo, a partir de janeiro. A montadora japonesa, pouco afetada pela crise dos semicondutores, irá operar em jornada de 24 horas, a empresa contratará 450 funcionários a partir deste mês. Mais 50 empregos serão gerados em outras unidades do grupo e 350 na cadeia de fornecedores da região.

Como citados em outra oportunidade, em entrevista ao Jornal Cruzeiro do Sul, a Toyota Brasil informou no dia 6 de julho, que já estava estudando a possibilidade de retomar com o 3º turno na fábrica em Sorocaba, no interior do estado de São Paulo, a partir do ano que vem. A empresa na época ainda não havia confirmado os possíveis novos empregos a serem gerados na fábrica, porém as especulações a estimavam que 400 empregos seriam criados.

A Toyota Brasil dizia que a empresa tem avaliado constantemente os diversos cenários internos e de mercado para garantir a sustentabilidade de suas operações no País. E por isso, confirma que está dialogando com sindicato para analisar a viabilidade do terceiro turno na fábrica de Sorocaba a partir de 2022. O número de possíveis novas vagas de emprego ainda não está confirmado.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe