BW Offshore entra na Bacia de Campos e pode comprar 100% de Maromba

bw ofshore maromba bacia de campos Brasil
 

A operadora de FPSOs listada em Oslo, BW Offshore, está planejando entrar em acordos para adquirir 100% do campo de Maromba ao largo da costa brasileira a partir dos atuais proprietários, a Petrobras (70%) e a Chevron (30%).

A BW Offshore informou nesta segunda-feira que o fechamento da aquisição está sujeito a aprovações do conselho e cumprimento ou dispensa de condições precedentes, incluindo a aprovação pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para fechar a transação e considerar a BW Offshore como operador aprovado no Brasil.

O campo de Maromba está localizado na costa brasileira, na Bacia de Campos, a 160 metros de lâmina d’água.

A empresa acrescentou que irá fornecer mais informações após a assinatura dos acordos.

A Petrobras anunciou seu plano para vender sua participação no campo de Maromba em julho de 2017 e a fase obrigatória referente à transferência da participação da Petrobras e da Chevron no Campo de Maromba começou em outubro do mesmo ano.

Para a Petrobras, a transação potencial é uma oportunidade para desenvolver e monetizar uma descoberta de óleo pesado em águas rasas, próximo aos campos produtores de Peregrino e Papa-Terra.

Este não seria o primeiro empreendimento da BW Offshore em exploração de petróleo e gás. Nomeadamente, a subsidiária da BW Offshore, BW Energy, é a operadora da licença da Dussafu localizada no offshore do Gabão.

A empresa fez em agosto uma descoberta de petróleo no poço Ruche North East Marin-1, perfurado no PSC de Dussafu Marin.

Sobre Paulo Nogueira

Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, já atuei em empresas do ramo de energia, óleo e gás em operações de completação, perfuração e produção em empresas em parceria com grandes empresas multinacionais do setor.