Brasil inicia 2020 com mais de 400 plantas de biogás em operação, crescimento de 40% em relação ao ano de 2019

planta biogás

A Associação Brasileira de Biogás (Abiogás) informou que o Brasil iniciou 2020 com 400 plantas de biogás em operação, crescimento de 40% em relação a 2019 e de muitas conquistas

O ano de 2020 tem sido de muitas conquitas, apesar de tão pouco tempo! A Associação Brasileira de Biogás (Abiogás) aponta 2019 como um ano de conquistas para setor e informa que o ano de 2020 começou com 400 plantas de biogás em operação, 40% a mais do que 2019. Veja ainda: Multinacional EP2C Energy anuncia vagas de emprego para atender demanda de perfuração no Brasil

Além das políticas que favorecem o biogás e a expansão no número de usinas, o mercado conta com empreendimentos de grande porte em andamento, que somam investimentos na casa de 700 milhões de reais.

Para o presindente da Associação, Alessandro Gardemann, o RenovaBio (Política Nacional de Biocombustíveis), que prevê a comercialização de CBIOs (Certificados de Descarbonização) a partir do próximo mês, vai impulsionar ainda mais a indústria do biogás.

Desde que a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis regulamentou a produção de biometano, vários projetos começaram a ser desenvolvidos. O Novo Mercado de Gás também trouxe uma nova perspectiva para as empresas de biogás, favorecendo o setor.

Atualmente, o biogás correponde a menos de 1% na matriz energética brasileira, o que, para a associação, demonstra que existe uma margem gigantesca para o crescimento. Segundos cálculos da Abiogás, o potencial de produção do combustível, intercambiável com o gás natural, chega a 50,4 bilhões de m³ por ano, contabilizando todo rezíduo produzido. Tal volume seria suficiente para suprir 70% da demanda de diesel no País.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos