AXS Energia irá investir R$ 1 bilhão em 60 usinas de energia solar fotovoltaica, em Minas Gerais

Roberta Souza
por
-
17-08-2021 14:53:09
em Energia Renovável
Usinas – energia solar – Minas Gerais Painéis de energia solar/ Fonte: Portal Solar

Além do estado de Minas Gerais, a empresa ainda tem projetos para instalar as usinas de energia solar no Paraná, São Paulo e Mato Grosso

A AXS Energia, braço de geração distribuída da Araxá Solar, que desde 2011 atua no desenvolvimento do setor solar brasileiro, prevê investir até R$ 1 bilhão em Minas Gerais nos próximos três anos. Ao todo serão implantadas 60 usinas. Até o fim do ano serão cinco usinas em operação. A primeira, em São Gonçalo do Sapucaí, no Sul de Minas, já está em construção. Em agosto, serão iniciadas as obras de mais duas nos municípios de Passos e Prata. Veja ainda esta notícia: BMW desenvolve sistema de recarga para carros elétricos alimentado por energia solar

Escolha de Minas Gerais para instalar as usinas de energia solar

De acordo com a empresa, Minas Gerais foi escolhida para o início das operações por diversos fatores favoráveis, entre os quais condições climáticas e alto potencial de geração solar, possibilidades de oferecer propostas competitivas ao consumidor, legislação adequada e um mercado receptivo. A previsão é de gerar 150 empregos até o final de 2021 e mais de mil no próximo ano.

O diretor de Operações da AXS Energia, Alysson Barros Paolinelli, complementou que a região conta com ótimo índice de radiação solar e temperatura amena, o que contribui com a performance dos equipamentos eletromecânicos e geração dos módulos fotovoltaicos. A qualidade da infraestrutura da rede também contribuiu para a decisão. “Nosso objetivo é que cada região que receber uma usina da AXS tenha uma espécie de ‘selo verde’. Seja referência na geração de sua própria energia de forma limpa e consciente”, explicou.

O mercado que a empresa irá atender

A AXS Energia atenderá no estado do Minas Gerais, numa primeira fase, comércios e empresas de pequeno e médio portes que tenham um consumo entre 400 e 22.000 KWh por mês. Assim, o atendimento inicialmente será dedicado a clientes de baixa tensão comerciais (pequenas empresas com conta de energia acima de R$ 400 por mês), mas, ainda este ano, será oferecido também para residências. A cota da primeira usina em construção já está praticamente negociada.

“As usinas de energia solar são um primeiro passo do grupo em Minas Gerais. Estamos atentos a diferentes possibilidades de investimento e, em breve, apresentaremos novas alternativas ao mercado mineiro nas áreas de armazenamento, mobilidade e principalmente parcerias para veículos elétricos”, garantiu Alysson Barros.

Veja ainda esta notícia: Governo de Minas Gerais e a EMGD firmam acordo para inauguração de cinco usinas de geração de energia solar

No final de 2020, o governo de Minas Gerais e a EMGD (Empresa Mineira de Geração Distribuída) fecharam um acordo, no qual 5 novas usinas de energia solar serão inauguradas no estado no mês de novembro. O protocolo de intenções ainda prevê o incentivo ao desenvolvimento, a geração de novos empregos e a redução da desigualdade social na região Norte do estado mineiro.

Seguindo o plano de investimento superior a R$ 400 milhões, a EMGD prevê até agosto, a contratação para construir mais três usinas em Taiobeiras e uma em Minas Novas, em Minas Gerais, que serão concluídas em meados de 2022. De acordo com André Mendonça, diretor de operações da EMGD, a execução simultânea dos projetos vai gerar quase duzentos postos de trabalho na região, além de fomentar a economia local por meio de serviços indiretos nos setores de hospedagem e alimentação, por exemplo.

Com aproximadamente R$ 65 milhões disponibilizados e uma equipe de engenharia própria, a EMGD irá aplicar o que há de melhor e mais novo em tecnologia, visando a qualidade e performance dos novos ativos em Minas Gerais. As usinas de energia solar contarão com um sistema de rastreamento de raios, o tracker, módulos bifaciais e equipamentos de fornecedores renomados.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe