Início Quatro Mustang Shelby GT500s, carro mais potente do mundo, foram roubados da fábrica da FORD em assalto ao estilo Hollywood

Quatro Mustang Shelby GT500s, carro mais potente do mundo, foram roubados da fábrica da FORD em assalto ao estilo Hollywood

13 de junho de 2022 às 10:31
Compartilhe
Siga-nos no Google News
ford - produção - preço - picape - F-150 - volkswagen - fiat - honda - doblo - renault - motor - audi - kombi - siena
ford mustang shelby gt500 orange

Quatro Ford Mustang GT500s roubados em assalto semelhante a um filme seria uma escolha popular para uma fuga rápida, ostentando 760 cavalos de potência de seu motor V8 superalimentado.

A polícia de Michigan ainda está procurando um par de carros mais potente do mundo, o Ford Mustang GT500s, que estavam entre os quatro roubados no domingo da fábrica Flat Rock que constrói o modelo. A polícia já recuperou dois dos carros Ford levados que teve assalto estilo aos filmes de Hollywood!

Leia também

Ainda não há notícias sobre como os ladrões encontraram seu caminho para a fábrica da Ford, mas como eles se retiraram e conseguiram levar quatro carros é digno de um filme de ação.

Artigos recomendados

Citando fontes policiais, o meio de comunicação The News-Herald, com sede em Michigan, escreveu que um dos quatro carros mais potente do mundo foi sacrificado para romper um portão de segurança, embora o vídeo das câmeras que monitoram o site não esteja disponível ou não tenha sido lançado.

A polícia recuperou dois dos carros roubados após o assalto; ambos estavam vazios, e um teria sofrido grandes danos em seu front-end. Os outros dois carros permanecem foragidos até o momento. Eles são descritos como sendo pintados em “Belladonna black”, que não aparece na paleta Ford. Qualquer pessoa com informações sobre o roubo e/ou o paradeiro do carro está sendo solicitada a entrar em contato com o departamento de polícia de Flat Rock.

Estranhamente, como relata o The Drive, um roubo quase idêntico foi relatado em julho de 2017. Dois novos Mustangs foram roubados da fábrica Flat Rock da Ford; um foi usado para atravessar o portão e, finalmente, houve uma perseguição policial de alta velocidade. Na época, policiais investigando o roubo revelaram que não era um incidente isolado — outros Mustangs haviam sido roubados de Flat Rock nos dois anos anteriores.

No que diz respeito aos Mustangs, o GT500 seria uma escolha popular para uma fuga rápida, ostentando 760 cavalos de potência de seu motor V8 superalimentado.

A polícia está procurando informações sobre os Mustangs roubados, embora rastrear um Mustang preto em Detroit seja uma tarefa semelhante a encontrar uma agulha em um palheiro.

Centenas de picapes F-150 0 Km foram destruídas em acidente de trêm

Trem de carga carregado com carros novos Ford, descarrilou nos Estados Unidos. De acordo com o The Drive, citando a polícia do Missouri (EUA), o incidente aconteceu na última semana. O trem de 44 vagões transportava mais de 400 picapes Ford F-150, bem como vans Ford Transit, e descarrilou por razões desconhecidas. Nenhuma das pessoas ficaram feridas, ao contrário dos carros que tiveram perda total e terão que ser destruídos.

O acidente de trem está longe de ser o único problema que a Ford enfrentou nos últimos anos com dificuldades de produção e entrega. Devido à escassez global de chips que se seguiu ao bloqueio de mais de 60.000 veículos inacabados, a Ford foi forçada a suspender em julho e junho às atividades em suas fábricas.

Mais cedo, a empresa anunciou que havia se tornado pouco rentável para abastecer revendedores com muitos carros em várias configurações – isso foi causado pela escassez de peças que são fundamentais para a eletrônica automotiva. Em vez disso, a Ford está considerando versões personalizadas que ajudarão a descarregar armazéns e melhorar os resultados financeiros. A marca ainda não comentou sobre o acidente de trem.

Ford Motor desembarca 450 carros no porto do ES e vai trazer 30 mil veículos para o Brasil produzidos em fábricas no exterior

Após deixar de fabricar veículos e fechar suas fábricas no Brasil, a montadora Ford Motor passa a importar veículos pelo Porto de Vitória. Na semana passada, aconteceu o desembarque de 450 carros, que chegaram ao estado pelo navio Torrens. A estimativa é de que cheguem ao Brasil, via Espírito Santo, aproximadamente 30 mil carros por ano.

Agora, o Terminal Portuário de Vila Velha (ES) será a única porta de entrada da Ford no Brasil. Segundo a Log-In Logística, empresa responsável pela operação, o complexo receberá, anualmente, cerca de 28 mil e 30 mil carros da empresa americana.

A entrega foi acompanhada pelo governador Renato Casagrande, que também conheceu o novo pátio de armazenamento e movimentação de veículos operado pela LogIN TVV dentro do Porto de Vitória. 

“Viemos acompanhar e celebrar a importância da importação dos veículos da Ford no Espírito Santo. Serão, ao todo, cerca de 30 mil veículos por ano, importados aqui pelo Estado que se somam a outras marcas, que já são importadas por aqui. Isso fortalece a economia capixaba, a de Vila Velha e também a de Cariacica. Quanto mais capacidade de investir, mais capacidade para criar oportunidades aos capixabas”, destacou.

Após Volkswagen, Honda, Audi, Volvo e Renault, chefão da Ford Motor anuncia o encerramento da produção de motores a combustão, a gasolina e a diesel para focar nos carros elétricos, mas não dá uma data

Após encerrar produção de veículo e sair do pais, o chefão da Ford Motor nas Américas, Kumar Galhotra, disse que a montadora tem a eletrificação plena no radar. A afirmação vai de encontro com as gigantes da indústria automotiva, como Volkswagen, Honda, Volvo e Renault, que também anunciaram, recentemente, que já pararam ou vão parar o desenvolvimento e a produção dos motores a combustão, a gasolina e a diesel para investir na fabricação de carros elétricos.

A fabricante de automóveis estadunidense confirmou, ao mercado, que embora ainda esteja muito longe e não saber quando exatamente, a Ford será uma marca totalmente elétrica no futuro e deixará de lado os motores a combustão para atender às novas normas de emissões de carbono.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes