Início A Proton Ventures, uma empresa holandesa, poderá instalar eletrolisador no Porto do Pecém para produção de hidrogênio verde e amônia

A Proton Ventures, uma empresa holandesa, poderá instalar eletrolisador no Porto do Pecém para produção de hidrogênio verde e amônia

9 de junho de 2022 às 09:29
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Em uma reunião recente com representantes do estado do Ceará, a Proton Ventures comentou sobre a possibilidade da instalação do mais novo projeto de eletrolisador para produção de hidrogênio verde e amônia no Porto do Pecém
Fonte: Capital Reset

Em uma reunião recente com representantes do estado do Ceará, a Proton Ventures comentou sobre a possibilidade da instalação do mais novo projeto de eletrolisador para produção de hidrogênio verde e amônia no Porto do Pecém

Na terça-feira, (07/06), um time do Sindicato da Indústria de Energias do Ceará (Sindenergia) e da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet) se reuniu para discutir com os representantes da Proton Ventures a produção futura no Porto do Pecém, localizado no estado do Ceará. Assim, durante a reunião, foi apresentado o projeto de um novo empreendimento da empresa, um eletrolisador que aumenta a eficiência da produção de hidrogênio verde e amônia e poderá ser instalado no complexo cearense pela empresa.

Reunião entre representantes do governo do Ceará e da Proton Ventures conta com apresentação de novo projeto de eletrolisador para produção de hidrogênio verde e amônia

Na cidade de Schiedam, localizada na Holanda, os representantes da Sedet e do Sindenergia se reuniram com os principais líderes da Proton Ventures, uma das empresas do grupo Transhydrogen Aliance, para discutir o futuro dos projetos da companhia no Porto do Pecém. A empresa deverá realizar a produção de hidrogênio verde e amônia no complexo portuário e agora apresenta novas perspectivas para esse projeto aos representantes do governo cearense para discutir as possibilidades futuras. 

Artigos recomendados

Assim, Constantino Frate, consultor em energia, petróleo e gás da Sedet, que irá administrar o hub de hidrogênio verde no Porto do Pecém, destacou que a Proton Ventures fez a apresentação do projeto e de um novo empreendimento para a região.

O executivo disse ainda: “Eles demonstraram a firmeza do seu projeto e deixaram claro que buscarão parceria com empresas cearenses que possam auxiliar na sua implantação. Será uma grande oportunidade para o Ceará, pois o projeto gerará empregos nas fases de construção e manutenção, como nos disse o diretor e sócio da Proton Ventres, sr. Jacco Mooijer”.

Além disso, também foi apresentado o mais novo projeto de eletrolisador da Proton Ventures para os representantes do governo do Ceará. O equipamento combina um eletrolisador com o armazenamento de energia, aumenta em 20% a eficiência dos eletrolisadores tradicionais. Dessa forma, ele será utilizado para proporcionar ainda mais eficiência na produção de hidrogênio verde e amônia e faz parte do plano de inovação da companhia holandesa para os seus empreendimentos futuros. 

Novo eletrolisador da Proton Ventures poderá ser instalado no Complexo Portuário, contribuindo assim para o desenvolvimento socioeconômico do estado cearense no futuro 

O consultor em energia, petróleo e gás da Sedet também comentou que a Proton Ventures afirmou que o novo eletrolisador deve estar pronto por volta do ano de 2023 e já poderá entrar em operação. No entanto, ele só alcançará o seu potencial máximo por volta de 2025, quando as operações finais serão realizadas para aprimorarem ainda mais a capacidade de produção de amônia e hidrogênio verde do novo equipamento da companhia energética holandesa. 

Agora, o grande ponto da reunião foi a possibilidade da construção do equipamento no Porto do Pecém, uma vez que Constantino disse que a Proton Ventures está analisando a possibilidade do empreendimento ser realizado no complexo.

Caso isso venha a acontecer, o estado do Ceará será fortemente beneficiado com mais um empreendimento à nível internacional, que proporcionará uma série de oportunidades de emprego para os moradores e trará ainda mais perspectivas para o crescimento do Porto do Pecém.

A missão empresarial do governo cearense na Europa está sendo conduzida pelo presidente da Sedet, Luís Carlos Queiroz, além do ex-secretário de Infraestrutura do Governo do Estado, engenheiro Luís Eduardo Moraes; do consultor Constantino Frate, da Sedet; e do vice-presidente do Sindenergia, Renato Felipe.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes