A francesa Total licenciou hoje cinco poços de petróleo na Bacia de Campos

Flavia Marinho
por
-
18-02-2020 20:02:33
em Petróleo, Óleo e Gás
A francesa Total licenciou hoje cinco poços de petróleo na Bacia de Campos A francesa Total licenciou hoje cinco poços de petróleo na Bacia de Campos

Boas novas para o setor de petróleo e gás no Brasil! Após  a Shell ter licenciado 9 poços na última sexta (14), hoje foi a vez da francesa Total, licenciando 5 poços na Bacia de Campos

A petroleira francesa Total iniciou neste dia 18, o licenciamento ambiental de 5 poços de petróleo no pré-sal da Bacia de Campos. Os poços licenciados no Ibama pela Total fazem parte do do bloco exploratório C-M-541. Processo seletivo offshore para Técnicos de diversas especialidades na gigante Modec, hoje 18 de fevereiro

Leia Também

O contrato de concessão da área,  foi assinado pela francesa na última sexta-feira (14), com a Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Total é sócia da estatal brasileira Petrobras e das petroleiras Shell, CNPC e CNOOC no projeto de Mero, primeira área de partilha da produção no país.

A francesa também é operadora do campo de Lapa, área no regime de concessão no pré-sal da Bacia de Santos adquirida no programa de desinvestimentos e parcerias da Petrobras.

Nove poços de petróleo no pré-sal da Bacia de Campos foram licenciados pela Shell na última sexta-feira (14)

Mais 9 novos poços exploratórios de petróleo e gás no pré-sal da Bacia de Campos, foram licenciados pela petroleira Shell nesta ultima sexta-feira, 14 de fevereiro. Os novos blocos ficam localizados na área C-M-659 e C-M-713

Os poços  de petróleo e gás que foram arrematados pela Shell  na 16ª rodada de licitações da Agência Nacional do Petróleo (ANP), tiveram seu processo de licenciamento no Ibama aberto logo após a assinatura dos contratos de concessão na manhã de sexta (15) na sede da agência.

Com até 6 poços exploratórios de petróleo e gás licenciados na área do bloco C-M-659 do pré- sal da Bacia de Campos, a petroleira Shell poderá realizar também até quatro testes de formação.

No bloco C-M-713 a petroleira poderá perfurar três poços exploratórios e prevê a possibilidade de executar até dois teste de formação no mesmo.

As campanhas de exploração dos blocos de petróleo e gás estão previstas para acontecer entre 2022 e 2024, onde a companhia irá alocar sua base logística para dar suporte a mesma entre o Rio de Janeiro, Niteróis, São João da Barra ou Vila Velha.

O Ibama concedeu a petroleira Shell no segundo semestre do ano passado a licença para a perfuração de até três poços exploratórios no bloco Alto de Cabo Frio Oeste, no pré-sal da Bacia de Santos.

companhia arrematou o campo de petróleo Alto de Cabo Frio Oeste na terceira rodada de licitações do pré-sal, realizada em 2017.

Shell é a operadora da área, com 55% de participação, e tem como sócias CNOOC (20%) e QPI (25%).

Publicidade




Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.