100 bilhões de reais em investimentos são previstos neste ano com leilões de infraestrutura de aeroportos, portos, rodovias e ferrovias

Roberta Souza
por
-
25-05-2021 11:36:52
em Economia, Negócios e Política
Infraestrutura – rodovias – aeroportos Aeroporto/ Fonte: M&T Expo

Só no mês de abril, os leilões de infraestrutura chegaram à R$ 27,3 milhões em 28 empreendimentos de aeroportos, ferrovias, rodovias e outros

Segundo um levantamento da CNN Brasil Business, somente neste ano de 2021, mais de R$ 100 bilhões em investimentos podem ser gerados com leilões de infraestrutura. O estudo levou em conta os leilões que já foram realizados e os que já estão com edital avançado para acontecer ainda neste ano, baseados nos principais leilões federais e estaduais de aeroportos, portos, ferrovias, rodovias e outros, realizados ou previstos ainda para este ano. Veja ainda: Infraestrutura pode render ao PIB brasileiro cerca de R$ 40,4 bilhões com investimentos previstos até 2022

Leilões de infraestrutura – aeroportos, ferrovias, rodovias que foram leiloados em abril

Os leilões de infraestrutura foram realizados pelo Governo Federal, nos dias 7 e 9 de abril, denominado “Infra week” (nome que ganhou a bateria de leilões), na qual 28 empreendimentos públicos (ferrovia, aeroportos, rodovias e portos) foram repassados de uma vez à gestão da iniciativa privada.

Nos leilões de infraestrutura, foi incluso um trecho da Fiol – Ferrovia de Integração Oeste-Leste, em que a construção se arrasta desde o ano de 2011 e que deve levar minério de ferro do interior da Bahia ao porto de Ilhéus; cinco terminais portuários, no Porto de Itaqui (MA) e de Pelotas (RS), e por último 22 aeroportos, entre eles os de Curitiba, Manaus, São Luís e Boa Vista.

No fim do mês de abril, o Governo Federal também concedeu 850,7 quilômetros entre Tocantins e Goiás das rodovias BR 153, 080 e 414. A duplicação das pistas, faixas adicionais, vias marginais, iluminação e passarelas de pedestres nas áreas urbanas estão entre os projetos exigidos da Ecorodovias e GLP, com R$ 14 bilhões de investimentos previstos no edital do lote, um dos valores mais altos dentre os projetos deste ano.

Próximos leilões a serem realizados neste ano

Os leilões de infraestrutura, realizados no mês de abril, contaram com R$ 27,3 bilhões em investimentos futuros. Já os R$ 74,2 bilhões restantes da conta total de R$ 101 bilhões, serão provenientes das cinco rodovias que o Governo Federal já tem na agenda para conceder no segundo semestre deste ano, segundo as informações do Ministério da Infraestrutura.

Entre as rodovias a serem leiloadas no setor de infraestrutura, estão os 402 quilômetros da Rodovia Presidente Dutra (BR 116), que ligam o estado de São Paulo ao Rio de Janeiro. A Dutra foi a primeira rodovia do país concedida à inciativa privada, em 1996, e está sob o comando da NovaDutra, consórcio da CCR, desde então. Após os 25 anos previstos de vida, o contrato acaba neste ano, e será levado de novo a mercado na próxima leva de leilões.

O Ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, já disse, diversas vezes, que o plano é passar para a iniciativa privada, só neste ano, um total de 50 ativos calculados em R$ 130 bilhões em investimentos, considerando apenas os empreendimentos federais.

Veja ainda: Governo diz que obras e projetos de infraestrutura deverão receber investimentos de R$ 260 BILHÕES e cerca de 1 milhão de empregos devem ser gerados

No dia 28/04, durante a inauguração da Avenida Portuária no Rio de Janeiro, o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, informou que o Governo Federal tem a previsão de que R$ 260 bilhões sejam investidos em obras e projetos de infraestrutura até o fim do ano que vem. Segundo o Ministro, tem-se uma estimativa de criar mais de 1 milhão de empregos com as concessões à iniciativa privada.

O Ministro da Infraestrutura destacou que o possível investimento de R$ 260 bilhões nas obras e projetos de infraestrutura serão destinados à transferência de ativos à iniciativa privada, que, segundo o Ministro, irá gerar uma maior repercussão econômica futuramente. Tarcísio ainda diz que a geração de empregos será muito grande com os aportes a serem realizados em obras e projetos de infraestrutura do Governo. Ele ainda ressalta que, com a execução das obras e projetos, cerca de 1 milhão de empregos possam ser gerados, tanto de forma direta, quanto indireta.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe