Tupy anuncia compra da MWM Brasil por R$ 865 milhões e se prepara para entrar no setor de energia na fabricação de motores e outros equipamentos

Ruth Rodrigues
por
-
26-04-2022 22:20:07
em Automotivo
Após transação milionária para a aquisição da MWM Brasil, a Tupy anunciou que irá unir os ideais das companhias para iniciar um novo foco no mercado nacional, a fabricação de motores e outros equipamentos voltados para o setor de energia Foto: YouTube/Tupy Conexões




Após transação milionária para a aquisição da MWM Brasil, a Tupy anunciou que irá unir os ideais das companhias para iniciar um novo foco no mercado nacional, a fabricação de motores e outros equipamentos voltados para o setor de energia

A multinacional Tupy, focada na fabricação de equipamentos para diversos segmentos do mercado internacional, anunciou na última segunda-feira, (18/04), a aquisição da companhia MWM Brasil, por um valor de R$ 865 milhões. Com o objetivo de mudar o seu foco atual e começar a investir no setor da energia, com o fornecimento de motores e outros equipamentos para os empreendimentos no mercado nacional e internacional.

MWM Brasil passará a ser da Tupy, após finalização da transação de R$ 865 milhões para a compra da companhia, com novos rumos a caminho da multinacional 

Esta última semana marcou um grande avanço para a diversificação da produção dos equipamentos e motores da multinacional Tupy, que anunciou a compra da MWM Brasil, subsidiária totalmente detida pela Navistar International Corporation, por sua vez, é subsidiária da Traton SE, e agora passará a fazer parte do portfólio da multinacional, que adquiriu a companhia por um valor inicial de R$ 865 milhões suscetível a mudanças até o final da transação. 

A Tupy comentou que essa foi uma estratégia assumida para buscar um crescimento vertical para ambas as empresas, com foco tanto na agregação de valor aos produtos, quanto na promoção de soluções viáveis para descarbonização. Atualmente, a MWM Brasil trabalha na fabricação de motores e equipamentos e atua nos segmentos de usinagem, montagem, calibração, validação técnica e serviços de engenharia, sendo essencial para a próxima fase da multinacional, que visa agora atingir o setor de energia com essa fabricação. 

A MWM Brasil anunciou nos últimos meses algumas parcerias que servem ao consumo de gás natural, biogás e uso de biometano, atendendo às necessidades do agronegócio brasileiro e, com isso, a Tupy viu uma oportunidade não só de um crescimento vertical, mas também de abrir portas para novos segmentos. Agora, as empresas aguardam a finalização do processo de transação, uma vez que o valor de R$ 865 milhões será pago pela Tupy após o fechamento, mas a aquisição ainda será submetida à aprovação da autoridade antitruste brasileira e não foi finalizada entre as empresas. 

Compra da MWM Brasil por parte da multinacional brasileira faz parte do plano de entrada no setor de energia com o fornecimento de equipamentos como os motores das empresas

O principal objetivo da Tupy ao realizar a aquisição da MWM Brasil foi a sua entrada no setor de energia nacional e, principalmente, internacional, com o objetivo de começar a fornecer grupos geradores de eletricidade para o agronegócio e outras aplicações dentro do segmento. Dessa forma, a empresa anunciou que está com uma equipe totalmente capacitada para adaptar geradores e veículos comerciais ao uso de biogás, biometano, biodiesel, gás natural e hidrogênio, como forma de garantir ainda mais eficiência para os seus clientes. 

Assim, José Eduardo Luzzi, CEO da MWM, afirmou que “O uso de biogás e biometano para geração de eletricidade e como combustível para frotas de caminhões, ônibus e tratores agrícolas é a principal rota para a descarbonização da indústria nacional e exportadora de proteínas, laticínios, açúcar e etanol. A produção de biogás no País é inerente ao tamanho do agronegócio brasileiro. Ele também será utilizado, em grande medida, como combustível para a produção de eletricidade em propriedades rurais através de geradores elétricos desenvolvidos e fabricados pela MWM”.

A MWM Brasil conta com mais de 600 pontos de venda e cerca de 300 oficinas credenciadas e treinadas atualmente em todo o país e, agora, terá a possibilidade de expandir ainda mais a sua presença no mercado nacional.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.