Mineradora Vale anuncia obras de construção de sua nova fábrica siderúrgica, a Tecnored, focada na produção de ferro, onde pretende gerar 2 mil empregos

Ruth Rodrigues
por
-
24-04-2022 10:53:48
em Mineração, Vagas de Emprego
O novo projeto da Vale para a construção da sua nova fábrica de siderurgia, a Tecnored, será essencial para o desenvolvimento da região, uma vez que as obras para a planta de produção de ferro devem oferecer cerca de 2 mil empregos para os moradores do Pará Foto: Correio de Carajás




O novo projeto da Vale para a construção da sua nova fábrica de siderurgia, a Tecnored, será essencial para o desenvolvimento da região, uma vez que as obras para a planta de produção de ferro devem oferecer cerca de 2 mil empregos para os moradores do Pará

Já neste mês de abril, a mineradora Vale deu início às obras de construção da Tecnored, a sua nova fábrica de produção de ferro para a siderurgia. E na última quinta-feira, (21/04), seus representantes comentaram sobre os 2 mil empregos que serão gerados para os moradores do Pará ao longo do projeto de construção da planta, o que será essencial para o crescimento econômico do estado.

Tecnored será a nova fábrica de produção de ferro da Vale focada na siderurgia e está sendo construída na região de Marabá, no estado do Pará

A Vale não só está cada vez mais focada no segmento da siderurgia nacional, como também está desenvolvendo uma nova fábrica para a produção de ferro. Assim,a siderúrgica será uma subsidiária da Vale focada no desenvolvimento de um processo de ferro gusa de baixo carbono, feito por meio do uso de fontes de energia, como biomassa, gás de síntese e hidrogênio, para o mercado nacional. 

O projeto está sendo denominado Tecnored e as obras de construção já foram iniciadas na região de Marabá, no estado do Pará, para que o processo de início da produção do ferro seja finalizado o quanto antes. Além disso, a nova unidade em Marabá terá capacidade inicial de produção de 250 mil toneladas de ferro gusa verde por ano e tem previsão de poder chegar, futuramente, a 500 mil toneladas a cada doze meses, o que poderá tornar a empresa ainda mais competitiva dentro do segmento da siderurgia. 

A companhia também anunciou algumas projeções para o projeto e está prevendo que a fábrica tenha as obras finalizadas no ano de 2025, para o início imediato da produção de ferro. Além disso, os investimentos para o projeto estão orçados em mais de R$ 1,6 bilhão e a empresa pretende adquirir equipamentos de ponta para investir na produção dessa matéria-prima, que está sendo cada vez mais demandada dentro do mercado nacional e internacional no segmento da siderurgia, além de ser uma nova aposta para a sustentabilidade no setor. 

Construção da fábrica de produção de ferro Tecnored será essencial para a sustentabilidade da mineradora e irá gerar mais de 2 mil empregos para o estado

O principal objetivo da administração do estado do Pará com o apoio às obras de construção da nova fábrica de produção de ferro da Vale é o desenvolvimento socioeconômico do estado. Isso acontece pois, a empresa espera que sejam gerados cerca de 2 mil empregos no pico das obras, além de que, no início da fase de produção da matéria-prima, cerca de 400 empregos diretos e indiretos devem ser criados para a população local. 

E, além da geração de empregos para a população do estado do Pará, o presidente da Vale, Eduardo Bartolomeu, comentou sobre a importância da fábrica para a sustentabilidade e afirmou que “A implantação da Tecnored contribui para tornar a cadeia do processo cada vez mais sustentável. O projeto Tecnored é de grande importância para a Vale e para a região e trará ganhos de competitividade, sustentabilidade ambiental e desenvolvimento para a região. Além disso, gradualmente, vamos substituir o carvão por biomassa carbonizada até atingir a meta de 100% de biomassa”.

Dessa forma, o estado não só será beneficiado com os empregos disponibilizados no projeto de obras, como também será palco de uma fábrica totalmente voltada para o compromisso ambiental e as práticas ESG na produção de ferro.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.