Início Trigo tem preço elevado no Brasil, com aumento de cerca de 130% devido a inflação, guerra e pandemia

Trigo tem preço elevado no Brasil, com aumento de cerca de 130% devido a inflação, guerra e pandemia

25 de maio de 2022 às 11:30
Compartilhe
Siga-nos no Google News
trigo, Brasil, inflação
Imagem de R0bin / Fonte: Pixabay

Preço do grão de trigo e da farinha do grão disparou no Brasil com a inflação gerada pela guerra e pela pandemia

Um estudo realizado pela consultora MLB mostra que o preço do trigo no Brasil aumentou 130% entre janeiro de 2020 e abril de 2022.
O aumento do preço foi causado por uma combinação de fatores, incluindo a pandemia do COVID-19, inflação dos combustíveis e a Guerra da Ucrânia, que eliminou dois dos principais fornecedores do mercado de trigo no Brasil, a Rússia e a Ucrânia.

Este documento feito pela MLB serve de base para a revisão de clientes, que assistem organizações e empresas na área de moagem e panificação, ou seja, áreas que utilizam o grão de trigo no Brasil e estão sofrendo com a inflação do grão.

Artigos recomendados

O estudo foi realizado por Luiz Carlos Caetano, consultor de mercado há mais de 30 anos. Ele calculou o preço tendo como base o preço médio pago aos produtores de grão de trigo da Argentina, Paraná e Rio Grande do Sul, que estão sofrendo com a inflação e que possuem, inclusive, uma variedade de taxas de entrega dependendo da cidade de origem e o destino.

“Atualmente, uma tonelada de trigo está estimada em R$ 2.000, R$ 2.100, algo como US$ 400 a US$ 410, mas já chegou a US$ 465”, disse Luiz Carlos.

Com inflação, aumento no preço da farinha foi menor do que o do próprio grão

Ainda segundo dados do consultor, a farinha de trigo aumentou drasticamente nos últimos tempos devido à inflação no Brasil, porém, não aumentou tanto quanto o valor do próprio grão de trigo. O cálculo para se chegar nessa conclusão foi feito com base na farinha que representa mais da metade do consumo no Brasil. O preço de um saco de farinha subiu muito menos do que o preço do próprio trigo, apesar de ter aumentado também com a inflação. Entre janeiro de 2020 e abril deste ano, o aumento foi de 117%.
“Vou dizer uma coisa que se fala muito nos moinhos, o preço do trigo sobe de elevador enquanto que o preço da farinha sobre de escada, portanto o preço da farinha de trigo não apresentou aumento no trigo. Para se ter uma noção, em março a farinha subiu 4% e o trigo 14%”, disse Caetano.

Uma das coisas que faz essa diferença é que supermercados e grandes indústrias firmam contratos de longo prazo, capazes de manter preço até mesmo com as flexibilidades internacionais.

Segundo dados que a CNN apurou, itens do setor de trigo no Brasil, como pães e tortas industrializadas, estão com preços mais altos para além dos sinais de inflação, mas há preocupações entre os empresários do setor com a inflação, que gerou uma queda no consumo de trigo e essa queda pode ser intensificada dependendo do aumento dos preços daqui pra frente.

Também, fica na responsabilidade dos industriais o alto preço dos fretes que acompanha o diesel. E, além disso, pra piorar a situação, a Rússia e a Ucrânia, respectivamente, a maior e a quarta maior fornecedora de trigo do mundo, tiveram os estoques de trigo zerados com a guerra.
“A inflação deste ano aumentou quase 4% até agora e os produtos dobraram ou triplicaram em termos de inflação até o mês de abril, como consequência da guerra ucraniana, pois o preço da gasolina disparou e o do petróleo também faz embalagem, então tem todas essas indicações. Por exemplo, o pão industrial, que mais da metade são multigrãos e o integral, que utiliza grãos integrais que não o trigo, também subiram juntos, então existem alguns fatores”, explica Caetano.

Proibição da Índia à exportação de trigo para o Brasil atinge 1,8 milhão de toneladas elevando os preços

A proibição das exportações de trigo da Índia elevou 1,8 milhão de toneladas de grãos nos portos, o que pode ter causado enormes perdas para os comerciantes que agora têm a oportunidade de negociar no mercado interno a preços mais baixos, disseram quatro comerciantes à Reuters.
Nova Délhi credo as exportações de trigo no sábado para o Brasil, poucos dias depois de monitorar a entrega de 10 milhões de toneladas este ano. O anúncio veio após a produção de uma onda de calor diminuir a produção de trigo, forçando os preços internos a atingirem altas recordes.

A notícia forçou os preços das commodities nos EUA a atingirem um limite diário de 0,70 centavos por bushel na segunda-feira, segundo dados do mercado.

Relacionados
Mais recentes