Startup lança “usina portátil” que elimina o uso de combustíveis e pode ser recarregada com energia solar

Valdemar Medeiros
por
-
20-09-2021 10:46:50
em Energia Renovável
Startup - energia solar - usina - eletricidade Usina pode ser recarregada com energia solar e não usa combustíveis – créditos: Chargenews

Startup dos EUA, resolveu inovar no mercado de geradores e desenvolveu o que acredita-se ser uma usina portátil capaz de abastecer residências

Uma startup de São Francisco, nos EUA, lançou um produto que é conhecido como uma “usina portátil” que faz uso de energia solar e dispensa combustíveis fósseis. A EcoFlow DELTA é um pequeno gerador de energia compacta que tem o tamanho parecido com o de uma torradeira. Além disso o produto possui capacidade de armazenamento de 882 Wh e uma potência de 1400 W, que são gerados pela energia solar ou por uma simples tomada. O dispositivo gera eletricidade suficiente para alimentar uma residência por até 12 horas.

Leia também

Miniusina de energia solar da startup pode alimentar outros eletrodomésticos simultaneamente

EcoFlow DELTA 1300 UM GAME MUDANÇA Solar Generator? Revisão HONESTA! Estação de energia portátil de 1800w

A miniusina movida a energia solar também pode ser utilizada para fornecer eletricidade para até 12 eletrodomésticos ao mesmo tempo, como notebooks, câmeras, TV e além disso pode funcionar como uma bateria emergencial para residências em caso de falta de eletricidade, sem precisar de um gerador barulhento que é movido à combustíveis fósseis mais poluentes.

A usina portátil da Startup ainda conta com uma tecnologia de carregamento rápido, conseguindo atingir 80% de carga em apenas uma hora e a capacidade de 100% se completa em apenas 1,6 hora. De acordo com a empresa, outras soluções que estão sendo ofertadas no mercado demoram o triplo desse tempo para serem totalmente recarregadas.

EcoFlow DELTA usa a praticidade como sobrenome

Fora de casa, a usina portátil que dispensa combustíveis fósseis pode ser recarregada utilizando apenas painéis de energia solar de 110 W, que garantem ao equipamento da Startup uma carga completa em até 8 horas. Além da energia solar, a pequena usina pode ser carregada pela entrada de 12 V do carro, garantindo eletricidade mesmo sem nenhuma tomada convencional por perto.

O uso do aplicativo EcoFlow é obrigatório para que todos os recursos da miniusina sejam aproveitados ao máximo. Com o app é possível controlar a velocidade do carregamento, averiguar a saúde da bateria, ter informações de quais equipamentos estão conectados e verificar o consumo de vida de cada um deles.

O sistema de carregamento da pequena geradora de eletricidade tem como base na tecnologia de baterias LFP, o mesmo utilizado pelos carros elétricos da Tesla, que garantem eletricidade por pelo menos 3.500 ciclos de carga antes que sua capacidade seja reduzida em 20%. A tecnologia utilizada no equipamento também permite até um ano de vida útil, mantendo a carga completa.

Usina portátil dispensa combustíveis e custa apenas R$ 5 mil

A estação portátil de eletricidade está em fase de financiamento coletivo e visa entregar as primeiras unidades até o fim deste mês. Apesar de ser um equipamento que só traz benefícios, a miniusina não será vendida por um preço tão acessível.

O equipamento da Startup custa US$ 999 (cerca de R$ 5 mil em conversão direta). Por hora, o gerador de eletricidade está disponível apenas para vendas nos EUA, onde de acordo com a startup, a demanda por este tipo de gerador mais eficiente e livre de combustível fóssil aumentou quase 70% nos últimos dois anos, principalmente em regiões mais afastadas dos centros urbanos.

De acordo com Thomas Chan, CEO da Ecoflow, a miniusina é menor, acessível e mais leve, fazendo que a eletricidade seja um elemento portátil, que pode ser levado para qualquer lugar a qualquer hora.

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe