Sob contrato Petrobras, mais de 300 trabalhadores da terceirizada offshore Elfe serão demitidos esta semana

Paulo Nogueira
por
-
30-03-2020 10:07:38
em Petróleo, Óleo e Gás
Petrobras demissão demitir funcionários terceirizada P-58 Petrobras – Foto divulgação

Grandes operadoras como a Petrobras, incluindo as terceirizadas sob contrato de manutenção, estão sofrendo os impactos diretos da recessão pandêmica, sobretudo àqueles que trabalham na capital do petróleo, Macaé-RJ. A Elfe Engenharia vai demitir a partir desta segunda-feira(30) mais de 300 trabalhadores de seu quadro operacional devido às incertezas nos próximos meses.

Leia também

“Boa noite! Gostaria de informar sobre a preocupação com os trabalhadores que estão sendo demitidos da Elfe em massa! São mais de 300 pessoas já com ATESTADO DE SAÚDE OCUPACIONAL (ASO) programado para o dia 30 de março. Muitos ainda em seu período de folga como no meu caso. A informação é devido à falta de retorno da Petrobras quanto a manutenção dos contratos vigentes de parada de produção da P-58″, informou um contato do CPG.

A pré-parada da P-57, também da Petrobras, foi abortada

A campanha ainda não havia acabado e a Parada ainda estava para começar. Devido a problemas contratuais…. prorrogação ao assunto CORONA VÍRUS, a Elfe não teve como continuar pagando aos funcionários até retomar esses contratos. Com isso, está havendo demissão em massa. Dia 06 de abril, será a homologação

Os funcionários estavam contando que este contrato terminaria em junho deste ano, e a partir daí, eles iriam para pré-parada de P-57, também da Petrobras. Paralelo a esse contrato, tinha uma equipe muito grande de construção e montagem que acompanhava também um Flotel, no qual o contrato era de 3 anos . Todos foram demitidos às pressasem virtude das incertezas financeiras da terceirizada causada pela pandemia.

Os trabalhadores estão recebendo carta de demissão por e-mail e uma guia do ASO. Todos estão sendo convocados a fazerem ASO no dia 01/04. Além da preocupação como emprego, muitos estão com receio porque a cidade está em estado de quarentena, dificultando a locomoção dos funcionários até o local.

Apesar dos problemas socio-econômicos causados pela proliferação do Covid-19, as operações da Petrobras não podem parar por muito tempo. O Click Petróleo e Gás acredita que passado a pandemia, não só a Elfe, mas todas as empresas que foram obrigadas a demitir entrarão em contato novamente com seus colaboradores para retomarem suas atividades.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.
fwefwefwefwefwe