Segundo a ANP, combustíveis de 97% dos postos brasileiros estavam dentro dos padrões de qualidade em 2019

ANP combustíveis postos

O programa coletou e analisou amostras de gasolina, etanol e óleo diesel em postos de gasolina de todo o Brasil

No ano de 2019, 97% dos combustíveis analisados pelo Programa de Monitoramento da Qualidade dos Combustíveis (PMQC) da ANP estavam dentro dos padrões de qualidade estabelecidos pela Agência (índice de conformidade). O programa coleta e analisa amostras de gasolina C, etanol hidratado e óleo diesel B  em postos do País e divulga, mensalmente, indicadores da qualidade desses produtos.

Os três combustíveis apresentaram manutenção do padrão de qualidade observado nos últimos anos (dentro dos padrões internacionais), sendo que houve melhora no índice com relação a 2018. A gasolina brasileira teve 98,3% de conformidade em 2019, contra 98,1% em 2018; o etanol teve 98,2%, contra 97,9% no ano anterior; já o diesel teve 96,2%, contra 94,9%.

As regiões com o melhor índice de conformidade aos padrões foram Sudeste e Sul, com 98% cada. Em seguida, vieram a Região Nordeste, com 97%, e as Regiões Norte e Centro-Oeste, com 96% cada.

O Programa de Monitoramento da Qualidade dos Combustíveis passa por  restruturação, a partir da definição de novo modelo de PMQC pela Resolução nº 790, de 2019. As novas normas estabelecem que a ANP realizará as licitações para definição dos laboratórios aptos a participarem do Programa, que serão contratados pelos agentes econômicos (revendedores, TRR e distribuidores). A Agência prepara, atualmente,  projeto piloto que será executado em três Unidades da Federação (GO, DF e AM). Saiba mais: http://www.anp.gov.br/noticias/5212-novo-programa-monitoramento-qualidade.

Um passo simples para se trabalhar embarcado mas poucos conhecem...

Um dos mercados mais almejados para profissionais que desejam trabalhar no mar é o offshore, principalmente em navios de cruzeiro, embarcações de apoio e marcantes. As escalas de trabalho são diferenciadas, podendo-se trabalhar apenas 6 meses e folgando mais 6. Assista o vídeo revelador que têm ajudado muitas pessoas no Brasil a ingressar neste mercado aqui.
Paulo Nogueira

Sobre Paulo Nogueira

Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.