Início Seadrill fatura contrato de US$264 milhões da Petrobras para outra plataforma que terá operação no campo de Búzios

Seadrill fatura contrato de US$264 milhões da Petrobras para outra plataforma que terá operação no campo de Búzios

3 de junho de 2022 às 10:42
Compartilhe
Siga-nos no Google News
búzios - seadrill - sonda de perfuração - petrobras - petróleo
WEST Jupite Seadrill

Petrobras deve pagar US$ 813 milhões à Seadril por três plataformas que vão operar no campo de petróleo e gás Búzios

A multinacional offshore Seadrill garantiu um contrato milionário para outra plataforma que funcionará no campo de Búzios para a gigante do petróleo brasileiro Petrobras. Segundo o comunicado, o novo contrato do navio de perfuração West Jupiter é por um prazo firme de 1.040 dias, com o início esperado para dezembro de 2022. O valor total do negócio é de aproximadamente US$264 milhões, incluindo receita de mobilização e serviços adicionais.

Leia também

West Júpiter é a terceira plataforma Seadrill trabalhando para a Petrobras

Este novo contrato fará do West Júpiter um navio de perfuração ultraprofundo de 6a geração construído em 2014 pela Samsung Heavy Industries, a terceira plataforma Seadrill trabalhando para a Petrobras no campo de Búzios.

Artigos recomendados

“A Petrobras é uma cliente de longa data e valorizada da Seadrill, e assinar um terceiro contrato com eles neste trimestre é prova de nossa forte parceria e compromisso com o mercado brasileiro”, disse Stuart Jackson, CEO da Seadrill.

“A Seadrill está focada em aumentar a frota em bacias estratégicas onde vemos alto potencial de crescimento, como o Brasil, onde agora somos o maior empreiteiro internacional de perfuração”, acrescentou.

Por apenas essas três plataformas que devem funcionar em Búzios, a Petrobras deve pagar US$ 813 milhões à Seadril

Quanto aos outros dois navios de perfuração que trabalharão no campo de Búzios para a Petrobras, seus contratos foram adjudicados no final de novembro.

Ou seja, a Petrobras concedeu acordos às plataformas West Carina e West Tellus. O valor total do contrato para essas duas plataformas foi de cerca de US$ 549 milhões, incluindo receita de mobilização e serviços adicionais.

Ambos os contratos estão em uma base de prazo fixo de três anos e as duas plataformas devem começar a funcionar para a Petrobras em setembro de 2022. Por apenas essas três plataformas que devem funcionar em Búzios, a Petrobras deve pagar US$ 813 milhões à Seadrill.

Apenas alguns dias após a adjudicação dos contratos da West Carina e da West Tellus, a Seadrill afirmou que ganhou mais dois negócios, desta vez por trabalhar no Golfo do México.

O primeiro acordo foi concedido pela Eni para a plataforma semissubmersível Sevan Louisiana para um poço firme. O outro foi para o navio de perfuração West Neptune, que continuará seu trabalho com a LLOG, que exerceu uma opção no valor de US$ 10 milhões.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes