Início Scala Data Centers anuncia data centers em São Paulo que operam totalmente com energia renovável

Scala Data Centers anuncia data centers em São Paulo que operam totalmente com energia renovável

11 de março de 2021 às 11:54
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Data centers - energia renovável - São Paulo
Data centers – Fonte: reprodução Google

Operadora de Datacenters brasileira inaugura projeto em São Paulo e afirma que será inteiramente movido com energia renovável

Scala Data Centers, uma das principais operadoras do Brasil, anunciou seu sexto data centers em São Paulo e certificou que toda a energia utilizada em suas instalações será energia renovável.

Leia também

O SP4 será uma instalação de 23 MW com inauguração prevista para dezembro de 2021, com o SP5 pesando 40 MW e o SP6 será um local de 12 MW. A provedora, fundada em abril de 2020 pelo fundo de investimentos norte-americano Digital Colony , assinou um contrato de 10 anos com a concessionária de energia AES Tietê e outro com a Engie Brasil Energia, ambos garantidos por certificados de energia renovável para os data centers em São Paulo .

Acordo de compra de energia

“Além de um contrato que já tínhamos com a Engie que nos garantia energia de fontes renováveis, fizemos uma importante negociação de um PPA (Contrato de Compra de Energia) de oito anos com a AES Tietê cuja geração é hidrelétrica e, portanto, 100% fontes renováveis ”, disse o CEO da Scala, Marcos Paigo, em entrevista à editora do DCD Brasil, Tatiane Aquim.

“Adquirimos os dois certificados emitidos pelo International REC Standard (I-REC), que é um sistema global que permite o rastreamento e a certificação de energias renováveis.”

Inauguração o correrá em dezembro

O recém-anunciado data center SP4 terá capacidade de 23 MW em dois edifícios, um dos quais será para um único cliente de hiperescala enquanto o outro servirá o “ecossistema” de colocation. A inauguração está prevista para dezembro e terá a certificação LEED.

A construção do SP5 e do SP6 terá início em 2022. Com 30MW, o SP5 será voltado para hiperscaladores, podendo ser a maior instalação da América Latina. O SP6 terá uma escala menor para clientes de colocation, com capacidade de 12MW.

Além disso, a Scala planeja mais duas zonas de disponibilidade no estado de São Paulo, cada uma com pelo menos um novo data center greenfield, com início previsto para o final de 2022, de acordo com artigo postado em seu site.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes