Home > Sem categoria

SBM Offshore participará de leilão para cinco FPSOs brasileiros

Paulo Nogueira
por
-
30-09-2019 16:02:13
em Sem categoria
FPSO SBM Offshore

A SBM  Offshore disse que o leilão consiste na participação minoritária de empresas afiliadas da Constellation nas entidades relacionadas aos cinco FPSOs.

A holandesa SBM Offshore, informou nesta segunda-feira, 30 de setembro,  que tem interesse em 5 embarcações FPSOs da Constellation, anteriormente conhecido como Queiroz Galvão Óleo e Gás SA. SBM Offshore iniciou a fase de construção da Unidade flutuante de armazenamento e transferência (FPSO) da Liza Unity.

A SBM disse que o leilão consiste na participação minoritária de empresas afiliadas da Constellation nas entidades relacionadas aos cinco FPSOs.

Os FPSOs são Cidade de Paraty, Cidade de Ilhabela, Cidade de Marica, Cidade de Saquarema e Capixaba. A participação da Constellation em cada um dos FPSOs é de 20%, 12,75%, 5%, 5% e 20%, respectivamente.

A SBM disse que já é o acionista majoritário das entidades relacionadas e a operadora desses FPSOs.

“Para permitir uma continuação eficiente do processo de vendas para todas as partes envolvidas, caso a SBM Offshore seja uma licitante bem-sucedida, a SBM Offshore chegou a um acordo de princípio com a Constellation com relação aos termos da transação contemplada”, afirmou a empresa.

Esse contrato, segundo a SBM, continua condicionado ao resultado do processo de leilão competitivo.

A venda da Constellation de suas participações nos cinco FPSO faz parte do plano de reestruturação da dívida da empresa, que inclui a captação de novos recursos, a contribuição de capital dos acionistas e a alienação de ativos.

A SBM Offshore é uma holding aberta com sede em Amsterdã. Detém participações diretas e indiretas em outras empresas que coletivamente com a SBM Offshore NV formam o SBM Offshore Group.

A SBM Offshore fornece soluções de produção flutuantes para o setor de energia offshore, durante todo o ciclo de vida do produto.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.