Profissões no setor do petróleo offshore que atuam na área da Petrobras e outras petrolíferas

Paulo Nogueira
por
-
29-08-2021 17:11:48
em Petróleo, Óleo e Gás
Plataformas e embarcações Profissões Petróleo offshore Frota de barcos de apoio, plataformas. navios e outras unidades offshore/ Fonte: Desconhecido

Se você tem formação média, técnica ou superior, saiba que há mercado de trabalho no ramo do petróleo offshore para você. Saiba qual são as principais profissões deste setor

Trabalhar embarcando é uma excelente oportunidade. São inúmeras profissões no setor e suas estruturas conhecem reunir diversos departamentos. O setor offshore conta com diversas plataformas que envolvem funcionários das mais variadas áreas exercendo profissões diversificadas. Sua aparência remete a estrutura de uma cidade.

Suas estruturas conseguem reunir vários departamentos. Dentre eles gestão, área médica, cozinha, rádio, marítimo, perfuração e manutenção, entre outros.

Quer saber Como trabalhar embarcando? É preciso diversos profissionais para extrair o petróleo nestas estruturas. Conheça algumas das profissões destas pessoas a seguir:

Administração

Estes profissionais são responsáveis pela gestão e segurança dos equipamentos e pessoal da plataforma. Algumas destas profissões são: oficial de proteção, operador de rádio, técnico de T.I., cozinheiro, nutricionista, comissário de bordo e enfermeiro.

Embarcações de apoio

As embarcações de apoio precisam de vários funcionários que trabalham em navios de apoio assim como rebocadores, geralmente marítimos. Alguns deles: capitão, marinheiro de convés, chefe de máquinas, mecânico, eletricista, operador de Guindaste, bombeador e mergulhador.

Manutenção

Aqui estamos falando da equipe responsável pela manutenção e reparação das máquinas e equipamento de perfuração a bordo. Conheça alguns destes profissionais: engenheiro chefe, supervisor de mecânica, técnico de elétrica (eletricista), pintor e soldador.

Marítimo

Neste âmbito, são necessários empregados com experiência de marítima para poder enfrentar as condições do mar, atracar com outras embarcações e ajustar o posicionamento da plataforma. Saiba quais podem ser eles: mestre, oficial de náutica, operador de DP – Posicionamento Dinâmico, operador da sala de controle, operador e assistente de guindaste.

Perfuração

Os profissionais do ramo de perfuração são os responsáveis por todo o trabalho relativo às operações de perfuração, desde a sondagem até o controle da operação de perfuração. Estes profissionais ainda são encarregados de todas as operações submergidas.

Dentre eles temos: engenheiro de petróleo, geólogo, geofísico, sondador, torrista, plataformista, guindasteiros, contramestre de movimentação de carga, soldador e caldeireiro, operador de ROV e montador de andaimes.

Vídeo: Direto da plataforma de Petróleo

Como funciona uma plataforma de produção offshore FPSO/ Fonte: Canal Jovem Nerd

Você se adaptaria a esta vida?

Mas, você já parou para pensar se está realmente disposto a ter uma vida no setor offshore? Ao contrário do que muitos pensam a vida de embarcado não é tão fácil quanto parece ser.

Antes de qualquer coisa, você não pode ter medo de voar. Certamente a primeira experiência em um helicóptero pode ser um tanto quanto tenso nas primeiras vezes. Geralmente a escala de trabalho para quem trabalha neste segmento é de 15 dias embarcado com turnos de 12 horas e 15 dias de folga.

Algumas pessoas não se adaptam a ficar confinados em uma ilha de ferro, onde só há o horizonte infinito do mar e longe da família. Àqueles que trabalham em embarcações no setor naval, esses períodos podem chegar a ultrapassar 28 dias.

Sem dúvidas essas profissões podem ser bastante desafiadoras, cabe a você saber antes de decidir por elas ou não.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.
fwefwefwefwefwe