PF identifica navio grego responsável pelo vazamento de petróleo no Nordeste

PF cumpre busca e apreensão em empresa dona de navio

A PF identificou o navio mercante grego Bouboulina, da empresa Delta Tankers, como responsável pelo vazamento de petróleo na costa do Nordeste.

O mistério chegou ao fim, a Polícia Federal (PF) está realizando mandado de busca e apreensão na empresa Lachmann Agência Marítima, que foi agente marítimo da Delta Tankers no Brasil.
O juiz da 14ª Vara Federal em Natal foi o responsável por expedir o documento logo depois que a olícia Federal (PF) identificou o navio mercante Bouboulina, de bandeira grega, como responsável pelo derramamento de óleo que atingiu as praias do Nordeste.

Na manhã de hoje (01/11) a polícia também realizou busca e apreensão em outra empresa, a Witt O Brien’s, empresa atua no ramo de riscos e orienta empresas marítimas sobre planos de contingência e procedimentos a serem adotados em desastres, que trabalhava para a Lachmann, ambas as empresas estão localizadas no centro do Rio de Janeiro.

A Witt O Brien’s, trabalhou no famoso caso de vazamento de óleo da plataforma DeepWater Horizon, como está reproduzido na decisão. Trata-se de uma plataforma que explodiu no Golfo do México em 2010, matando 11 trabalhadores e derramando milhões de barris de petróleo no mar.

A PF divulgou que conforme as investigações, o navio mercante Bouboulina atracou no porto San Jose, na Venezuela em 15 de julho e o derramamento teria acontecido a cerca de 700 quilômetros da costa brasileira entre os dias 28 e 29 de julho. Clique aqui e veja na íntegra a nota da Marinha do Brasil.

A embarcação

O navio tanque Bouboulina é de bandeira grega e foi registrado no porto da cidade de Pireu, vizinha a Atenas. Não é a primeira vez que o navio tem problemas operacionais.
A embarcação já chegou a ficar quatro dias retido nos Estados Unidos, conforme foi apurado pela Marinha e relatado à PF. A origem da detenção teria sido “incorreções de procedimentos operacionais no sistema de separação de água e óleo descarga no mar”.

O navio-tanque tem 276 metros de comprimento, tem capacidade de carga de até 164 mil toneladas (somando carga, passageiros, água, combustível, mantimentos etc.) e foi Construído em 2006 e batizado em homenagem a Laskarina Bouboulina, heroína da Guerra da Independência Grega.

Sites para monitoramento de rotas navais mostram que ele aportou na Cidade do Cabo, na África do Sul, vindo do Norte, e atualmente está seguindo rumo ao Sul, no sentido do Cabo da Boa Esperança.

Leia também ! Petrobras quer alterar atual sistema de construção de FPSO !

Renato Oliveira

About Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)