PetroRio faz investimento de 20 milhões de dólares no campo de Polvo

PetroRio

Investimento da PetroRio no ativo deve chegar a US$ 60 milhões em projetos de revitalização do campo de Polvo na bacia de Campos

A segunda-feira (30/09) foi de boas notícias ao setor de petróleo e gás offshore brasileiro. A petroleira nacional PetroRio, anunciou investimento de US$ 20 milhões no campo de Polvo, na bacia de Campos. Veja também ! Produção da Petroleira brasileira cresce 36 por cento e atinge 20,2 mil barris por dia.

O montante será investido na terceira fase de revitalização do ativo, o que envolverá uma campanha de perfuração, outra boa notícia para as sondas que aguardam por contratos em águas brasileiras.
Após um estudo que apontou 22 oportunidades de perfuração adicional no campo de Polvo, estima-se que sejam necessários até quatro poços para que os volumes do ativo aumentem para algo em torno de 3 milhões e 6 milhões de barris de óleo.

Financiamentos

Para viabilizar o investimento a PetroRio conseguiu uma linha de financiamento com o Citibank no valor de US$ 48 milhões, mas a estimativa da companhia é que na nova fase de revitalização precisarão ser investidos até US$ 60 milhões.

A petroleira chegou a anunciar a nova campanha para janeiro deste ano, quando declarou ter conseguido um acordo com o banco chinês CIBC, para um empréstimo de US$ 60 milhões.

O campo de Polvo teve um pico de produção de 10 mil barris por dia no mês de dezembro do ano passado, mas a sua média anual foi de 8.626 barris por dia de petróleo.
O Campo de Polvo localiza-se na Bacia de Campos, à aproximadamente 100 km da costa leste da cidade de Cabo Frio, Estado do Rio de Janeiro.

Leia também aqui no seu portal CPG ! Campos de Petróleo que serão ofertados no megaleilão da cessão onerosa a ser realizado em Outubro, vão gerar R$ 52,5 bi por ano aos cofres públicos !

Renato Oliveira

About Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)