Petrobras quebra alta de preços dos combustíveis; apesar de reajuste, gasolina e diesel nas refinarias representam menos da metade do preço final ao consumidor

Flavia Marinho
por
-
13-10-2020 07:40:05
em Petróleo, Óleo e Gás
gasolina e diesel mais barato em refinaria petrobras A baixa dos preços do diesel e da gasolina nas refinarias da Petrobras, interrompe uma tendência de alta de preços dos combustíveis nos últimos quatro meses

Apesar do reajuste, Petrobras alega que valores diesel e da gasolina na refinaria acumulam queda no ano e representam menos de 50% do preço nas bombas.

Na última sexta-feira (09/10) a Petrobras aprovou um reajuste médio de 4% no preço da gasolina e de 5% no diesel, ambos se referem ao custo dos produtos nas refinarias. Em nota, a estatal afirma que os preços dos dois combustíveis recuaram este ano e correspondem a menos da metade do valor cobrando ao consumidor. Petrobras perfura novo poço de petróleo, no pré-sal da Bacia de Santos

Leia também

Com o reajuste, o litro da gasolina passará a custar R$ 1,82 nas refinarias, enquanto o diesel, R$ 1,76. Após ser vendido pela Petrobras aos distribuidores, o combustível aumenta de preço até chegar ao consumidor final devido a imposto estaduais e federais, custos de distribuição e revenda e adição de biocombustível.

O preço praticado pela Petrobras em suas refinarias correspondeu, entre julho e agosto, a 30% do preço final da gasolina e a 49% do preço final do diesel vendidos nos postos de combustíveis.

Ao divulgar os reajustes, a Petrobras informou que, ao longo do ano, os preços dos dois combustíveis acumulam queda. No caso da gasolina, o preço está 5,3% mais baixo que o de janeiro. Já o diesel vendido nas refinarias está 24,3% mais barato que no início do ano.

A Petrobras argumenta que, segundo pesquisa da Globalpetrolprices.com em 127 países, o preço médio do diesel ao consumidor final no Brasil está 32% inferior à média global, sendo inferior aos preços observados em 103 países.Para a gasolina, o preço final no Brasil está 23% inferior à média global e menor do que em 96 países. Nos dois casos, o valor cobrado é convertido ao dólar para permitir a comparação.

Obs.: Os preços são convertidos em dólar e o comparativo internacional sofre influência direta da taxa de câmbio. Para o ranking de 127 países, foram considerados somente aqueles para os quais o Globalpetrolprices.com informa possuir dados oficiais atualizados e, para este gráfico, selecionamos alguns países para fins de ilustração. A lista completa está disponível neste link

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe