Navio petroleiro iraniano carregado de gasolina, rumo à Venezuela, “fura” barreira americana no Mar do Caribe

Flavia Marinho
por
-
30-09-2020 11:36:06
em Petróleo, Óleo e Gás
venezuela; navio petroleiro; irã ; gasolina Navio petroleiro iraniano devem entregar 820 mil barris de gasolina e outros combustíveis, para diminuir a crise de petróelo na Venezuela

Três navios petroleiros iraniano devem entregar cerca de 820 mil barris de gasolina e outros combustíveis, ajudando a diminuir a escassez na Venezuela

Um navio petroleiro de bandeira iraniana Forest que transportava 270 mil barris de gasolina do Irã para a Venezuela, fura barreira americana no mar do Caribe e chega às águas do país sul-americano ao porto estatal El Palito, a oeste da capital, Caracas. Mais um grande derramamento de petróleo atinge o mar da Venezuela

Leia também

Embora ambos os países estejam sob duras sanções dos Estados Unidos, Washington não se mexeu para interceptar os navios, que já haviam feito entregas de gasolina para a Venezuela de maio a junho.

Outros dois navios-tanque, o Faxon e o Fortune, estão fazendo a mesma viagem do Irã à Venezuela através do Oceano Atlântico e do Mar do Caribe e devem chegar ao porto de El Palito no início de outubro.

A Forest, Faxon e Fortune, juntas, devem entregar cerca de 820 mil barris de gasolina e outros combustíveis, ajudando a diminuir a escassez na Venezuela.

As entregas são consideradas a primeira tentativa desde julho, quando Washington disse que seus funcionários apreenderam um comboio de petroleiros iranianos de propriedade privada com destino à Venezuela por meio de um caso de confisco civil.

O Irã, no entanto, alegou que os relatórios eram falsos, dizendo que os carregamentos de combustível em questão não estavam relacionados à República Islâmica nem ao seu comércio com a Venezuela.

No entanto, a Reuters relatou que a gasolina seria leiloada em breve, com os lucros da venda para serem doados ao Fundo de Terrorismo Patrocinado pelo Estado para Vítimas dos Estados Unidos.

O comércio entre os dois países, ambos fortemente sancionados pelos Estados Unidos, aumentou rapidamente no início deste ano, com a troca de petróleo, combustível, alimentos, equipamentos para refinarias e outros bens industriais.

Crise do petróleo na Venezuela

A Venezuela está no meio de uma terrível escassez de petróleo, impulsionada por uma combinação de duras sanções dos EUA e um declínio de longo prazo na manutenção de suas refinarias.

No início deste ano, o governo do presidente venezuelano Nicolas Maduro chegou a um acordo com o Irã para a entrega de cinco navios-tanque (cerca de 1,5 milhão de barris) de gasolina.

The Forest, Faxon e Fortune faziam parte desse carregamento, junto com os petroleiros iranianos Petunia e Clavel. Os Estados Unidos adicionaram os comandantes de todos os cinco navios à sua lista negra de viagens e bancos por seu envolvimento.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.