PDE 2029 – Governo prevê crescimento de 71% na produção de petróleo e 42 novos FPSOs 

Petrobras OTC 2019 resultados governo Bolsonaro

Governo lança PDE (plano decenal de energia 2029) que prevê aumento significativo na produção de petróleo e de novos FPSOs 

Bento Albuquerque, do Ministério de Minas e Energia, lançou ontem (11) em Brasília, o Plano Decenal de Energia (PDE 2029), que trata sobre as perspectivas de expansão futura do setor de energia em 10 anos. Se tratando do setor de petróleo e gás, a expectativa é de haja um crescimento de 71% na produção de petróleo (5,5 milhões de barris por dia em 2029) e 42 novos FPSOs. 

No plano, diz que o pré-sal será responsável por cerca de 77% da produção nacional de petróleo, com a Bacia de Santos no cenário principal. O governo prevê ainda, que com a crescente na produção associada ao incremento marginal da capacidade de refino, o Brasil poderá assumir a posição de exportador líquido de petróleo. 

Na área do refino, o plano considera que com a entrada em operação da unidade de abatimento de emissões (SNOx) da Refinaria Abreu e Lima (Rnest) em 2021, o primeiro trem da planta terá capacidade de processar 130 mil barris por dia (30% a mais). Já o segundo trem, com a mesma capacidade de refino, irá entrar em operação em 2024. 

Já no mercado de gás natural, as estimativas também são positivas. A estimativa é de que o Brasil chegue em 2029 com um consumo total de 87,6 milhões de m³/dia de gás natural, alta de 10 milhões de m³ em relação ao valor projetado para 2019. 

TENHA UM CV ESPECÍFICO PARA O SETOR DE ÓLEO E GÁS

Você gostaria de ter um currículo desenvolvido especialmente para uma vaga no meio marítimo, em plataforma, offshore ou cabotagem? Adquira seu currículo offshore formatado e específico aqui📄
Roberta Souza

Sobre Roberta Souza

Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial.