Parque de energia solar do Ceará que ocupa espaço equivalente a 800 campos de futebol recebe novos investimentos em meio á crise hídrica

Valdemar Medeiros
por
-
27-09-2021 13:02:25
em Energia Renovável
Crise hídrica - energia solar - Ceará - investimentos Crise hídrica impulsiona mercado de energia solar – créditos: Solarnews

Alto investimento aplicado no complexo de energia solar do Ceará promete abastecer cerca de 970 mil famílias

O Complexo Solar ‘Alex’, localizado entre os municípios de Limoeiro do Norte e Tabuleiro do Norte, no estado do Ceará, recebeu um investimento de R$ 950 milhões em meio a crise hídrica. O parque conta com 360 MW de capacidade instalada, gerando energia suficiente para o abastecimento de 970 mil residências. Com a grave crise hídrica, a procura por energia solar tem aumentado cada vez mais, como meio de fugir da alta crescente do valor das bandeiras tarifárias aplicadas na conta de energia.  

Leia outras notícias relacionadas

Investimento milionário no parque de energia solar do Ceará permitirá a geração de milhares de novos empregos

Na escolha do local para a construção do parque de energia solar, foi levado em consideração a incidência solar, por isso empresários e governantes preferem construir seus parques solares em locais em que a permanência do sol é predominante durante o ano inteiro, com poucos dias nublados.  

Além disso, há uma questão estratégica: construir um parque que fique próximo à uma linha de transmissão, toda energia gerada é diretamente encaminhada ao sistema interligado que a distribui para todo o Brasil.

A região Nordeste é a favorita para se construir parques de energia solar, justamente pelos requisitos já citados. Estados como Ceará, Bahia e Sergipe são os mais procurados para aplicar investimentos na construção desses parques.

Complexo de energia Solar ‘Alex’ entra em operação em meio a crise hídrica  

A companhia de energia Elera Renováveis, do grupo Brookfield, aproveitou o momento de crise hídrica no Brasil para investir em torno de R$ 4 bilhões em novos projetos hídricos, eólicos e solares, com estimativa de que até 2023 estejam todos em plena operação.  

Segundo Fernando Mano, CEO da companhia, o Complexo Alex, é o primeiro parque de energia solar da Elera Renováveis a entrar em operação no mercado brasileiro. Fernando disse ainda que a grandiosidade do parque não se trata somente da capacidade de geração de energia solar – que irá atender quase 1 milhão de residências – mas também pode ser visto no investimento realizado no complexo, que ocupa uma área de 830 hectares, que equivale a mais de 800 campos de futebol.  

Além disso, o CEO da Elera deu destaque também aos mais de 1.600 empregos diretos e 3.000 indiretos gerados à população do estado do Ceará, durante à fase de construção e operação do complexo.

Lançamento oficial do Complexo Solar

Além do CEO da Elera Renováveis, Fernando Mano, o evento de lançamento do novo parque de energia elétrica cearense contará com a presença do governador do Estado do Ceará, Camilo Santana, do PT.  

O investimento em parques geradores de energia solar no Brasil significam mais qualidade de vida, energia de qualidade e um possível abatimento na sua conta de luz dos consumidores, além de muitas vagas de emprego.  

Saiba mais sobre a Elera Renováveis

A Elera Renováveis é um ramal da empresa Brookfield Asset Management, empresa essa que opera atualmente em mais de 30 países e possui atuação de alto nível e destaque em ativos do setor imobiliário comercial, infraestrutura, private equity e principalmente na geração de energia renovável, onde a mesma se destaca por ser uma das principais empresas deste segmento no mundo.  

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe