Óleo lubrificante usado é reciclado no Ceará e se torna um exemplo para outros estados

Ruth Rodrigues
por
-
13-08-2021 21:29:00
em Petróleo, Óleo e Gás
óleo lubrificante usado é reciclado no Ceará óleo lubrificante usado é reciclado no Ceará. Fonte: Folha do Norte

Causando danos irreparáveis na natureza, o óleo lubrificante usado é altamente tóxico e seu destino deve ser uma empresa para novo refino

O descarte do óleo lubrificante no Brasil e no mundo pode causar diversos malefícios. No entanto, nem todas as cidades possuem um ponto de coleta ou um destino final para dar a esse líquido. Dessa forma, o descarte ocorre de qualquer maneira, seja na natureza ou nos rios, prejudicando grandemente a vida de diversos animais. Portanto, devido a sua alta dificuldade em se degradar no meio ambiente, o recomendado é que, após serem usados, sejam devolvidos nas refinarias.

Pensando nesses riscos a vida humana, bem como um retorno financeiro, o Ceará vem se mostrando cada vez mais ativo, se mostrando um dos pioneiros e protagonistas quando o assunto é reciclagem desse líquido. Dentre os nove estados que compõem o Nordeste, o Ceará é o que mais efetua tratamento do óleo. Assim, e estado coleta 13% do lubrificante usado na região.

Confira mais notícias:

Quais são os perigos do óleo lubrificante usado?

Por se tratar de um resíduo composto com derivados do petróleo e outros compostos tóxicos, seu descarte em locais abertos é o pior demais comuns dos erros. Pois, devido a sua composição, se torna altamente difícil de ser degradado no local descartado. Em algumas situações, podem demorar dezenas de anos. Quando descartados no solo, o local perderá a sua fertilidade, e se houver colheita próxima, será destruída.

De acordo com a Biotech Reciclagem, a cada um litro de óleo lubrificante usado, é capaz de contaminar cerca de 1 milhão litros de água. Assim, por mais que seja descartada uma pequena quantidade, os resultados provenientes dessa ação poderão ser catastróficos. Portanto, caso não saiba se na sua cidade possui ou não esse ponto de recolhimento, basta ir até o posto de combustível ou uma refinaria e deixar que eles façam o descarte correto.

No ano de 2020, 115 municípios participaram de uma coleta coletiva e juntos foram coletados mais de 7 milhões de litros de óleo lubrificante usado. Após ter sido arrecadado, foram transferidos para um novo refino, de acordo com as regras do SIMP (Sistema de Informações de Movimentação de Produtos), vinculado à ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Ceará irá instalar Centro de Coleta para óleo lubrificante usado

Para contribuir ainda mais com a população e o meio ambiente, o estado cearense irá instalar o primeiro e único centro de coleta autorizado pela ANP. A expectativa é que o número de litros seja dobrado até o final do ano. o Centro ficará localizado em Eusébio, em Fortaleza, capital do estado. Sendo que a responsabilidade para que tudo venha a dar certo, é de total responsabilidade da LWART.

Descarte de óleo lubrificante usado, que será levado para novo refino. Fonte: Teclub
Descarte de óleo lubrificante usado, que será levado para novo refino. Fonte: Teclub

Trata-se de uma empresa 100% brasileira, mas possui referência mundial quando o assunto é novo refino. Somente na região Nordeste, esse é o terceiro ponto projetado pela empresa, que ao expandir para mais municípios, gera empregos para os moradores da região. O óleo lubrificante é uso por máquinas e alguns equipamentos industriais, sejam no setor de infraestrutura ou automotivo.

Logo após serem utilizados, ele acaba perdendo a sua função devido a decomposição de alguns compostos que estão presentes em sua constituição. Dessa forma, além de não ter mais utilidade, sua toxicidade nesse momento está bastante alta, podendo causar severos e irreversíveis danos. é tão perigoso, que a própria lei proíbe que esse tipo de óleo lubrificante seja usado novamente para queima de combustível ou quaisquer outras coisas. O ideal é levá-lo para um novo refino e assim, salvar e preservar a vida. Em 2020, foram coletados mais de 450 milhões de litros desse combustível e levados para um novo refino.

Tags:
Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.
fwefwefwefwefwe