O preço da energia no mercado livre em 2022 não vai alcançar os valores de 2021 de acordo com especialistas, mas as chuvas de fevereiro e março são fundamentais para isso

mercado livre de energia fonte stima energia




O preço da energia no mercado livre em 2022 possivelmente não alcançará as altas históricas de 2021. Confira as previsões dos especialistas

Os preços do mercado livre de energia não chegarão aos patamares de 2021, mas apenas as chuvas de fevereiro são capazes de realmente determinar qual será a média do padrão do mês do ano, é o que apontam os especialistas sobre as tendências de mercado em relação ao mercado livre de energia. As altas do setor em 2021, onde o valor do MWh chegou a absurdos R$538,00 não voltará a ocorrer, já que alguns valores estão entre R$70 e R$80 no momento, embora com uma tendência leve de aumento.

Lembrando que esses valores não se sobrepõem aos valores contratados em regime pré-fixado, sendo que, se seu contrato foi fechado em 2021, com valores maiores, é coerente verificar com a sua fornecedora de energia a possibilidade de modificar esses valores, pelo menos em parte. De acordo com a câmara de comercialização de energia elétrica (CCEE), a previsão de média dos valores é de  R$116,00 por MWh em janeiro, R$118,00 em fevereiro e R$105,00 em março.

Esses valores se tornam importantes mesmo para empresas com contratos de fornecimento pré fixados, porque é com base nesses valores que são feitos os ajustes, seja devolvendo ao cliente por energia não consumida, seja cobrando por energia usada além do contrato.

O que o mercado livre de energia pode aprender com 2021?

Para aqueles que compram energia no mercado livre, é importante compreender que modelos de contrato prefixados podem, por exemplo, ter causado um impacto muito positivo nas contas em 2021.

Um ano como 2021 é, sem dúvida, um ano em que um mercado emergente como o mercado livre de energia aprendeu muito sobre suas estratégias, limitações e bons procedimentos de negócios, tanto para quem fornece quanto para quem consome.

A escolha de um contrato pré fixado, mesmo que com um valor maior, pode se tornar uma opção válida para quem está disposto a comprometer possíveis economias, com a segurança de ter uma previsão mais aproximada de quanto irá gastar de energia mensalmente.

 Além disso, uma das questões mais importantes durante este ano é que a cotação da energia dentro do mercado livre está intimamente relacionada aos valores de energia dentro do mercado tradicional que, por sua vez, está associada às condições climáticas, especialmente com o regime de chuvas.

Nas palavras do superintendente de Planejamento da Comercialização da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), Marcus Vinícius de Castro Lobato, o mercado pode ser resumido da seguinte forma:

“O mercado livre é um ambiente muito benéfico para os clientes comprarem energia: há liberdade de negociação de condições contratuais, de escolha de fornecedor, e os preços refletem as condições de um mercado competitivo. Porém, há os riscos dessas variações muito intensas no curto prazo, que vão atingir os agentes que optarem por não fechar suas posições com antecedência, tanto compradores quanto vendedores. Assim, após o mercado viver o estresse dessa experiência, creio que o que fica é a melhoria no planejamento das posições comerciais, com uma gestão mais adequada deste risco, através de tomadas de decisões mais conscientes”.

Outro aspecto que, provavelmente, vai entrar nesse mix de informações sobre como grandes consumidores de energia, como indústrias e similares, são as possibilidades de diminuir seus custos com energia elétrica por meio da instalação de possibilidades de energia complementar, como painéis solares e microgeração individual, que além de representarem um investimento a longo prazo para a empresa, ainda são interessantes para que a empresa consiga alcançar a marca de carbono zero mais rapidamente.

Fique ligado para mais informações e dicas de como ajudar sua empresa a economizar energia elétrica em 2022.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Jordan Florio de Oliveira
Especialista em marketing de conteúdo multidisciplinar. Minha missão e comunicar de forma inteligente e interessante, simplificando o complicando e sempre em busca da verdade.