Cemig e Governo de Minas Gerais investem R$ 5 bilhões na construção de 200 novas subestações de energia

Roberta Souza
por
-
24-09-2021 14:24:44
em Economia, Negócios e Política
Cemig – Minas Gerais – energia Subestações de energia/ Fonte: Revista O Empreiteiro

A Cemig em parceria com o governo de Minas Gerais, lançaram o programa Mais Energia, que consiste na construção de subestações de distribuição de energia

Ontem, quinta-feira (23/09), o governador de Minas Gerais Romeu Zema e o diretor-presidente da Cemig, Reynaldo Passanezi Filho, lançaram o programa Mais Energia, que consiste na construção de 200 subestações de distribuição de energia em diversas regiões do estado até 2027. Serão investidos R$ 5 bilhões na construção das novas instalações e linhas de alta tensão para conectá-las à rede de distribuição, além de obras de reforços nas redes de média tensão na área de concessão da empresa. Leia ainda esta notícia: Mesmo sem gerar energia, mineradora Vale já recebeu mais de R$ 500 milhões por usina soterrada em Minas Gerais

O programa Mais Energia, da Cemig e do Governo de Minas Gerais

O lançamento foi feito em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, onde está sendo construída a nova Subestação Governador Valadares 5, importante obra de reforço do sistema elétrico da região que será entregue no início de 2022 e beneficiará 100 mil clientes da Cemig.

As entregas irão garantir a ampliação do fornecimento de energia para novas cargas e melhorar a confiabilidade do sistema elétrico para a população, possibilitando a geração de emprego e renda em todas as regiões de Minas Gerais. Serão investidos R$ 5 bilhões na construção das novas instalações e linhas de alta tensão para conectá-las à rede de distribuição, além de obras de reforços nas redes de média tensão na área de concessão da empresa. Essa ação integra o maior plano de investimentos da história da Cemig, que prevê R$ 22,5 bilhões investidos nos próximos anos.

Correção de gestões e estratégias

De acordo com o governador Romeu Zema, o programa é uma forma de corrigir gestões e estratégias equivocadas que foram adotadas no passado. “Sabemos que nos últimos 15, 20 anos os investimentos da Cemig, de forma infeliz e errada, foram direcionados para o Rio de Janeiro (Light), Bahia (Renova) e Amazonas (Belo Monte e Santo Antônio), e o nosso parque de transmissão e distribuição ficou completamente comprometido e sucateado”, afirmou Zema.

O Mais Energia aumentará consideravelmente o número de subestações no estado, passando das atuais 415 para 615 unidades até 2027. Atualmente, 30% das subestações da Cemig possuem restrição de cargas. Com as novas subestações, a previsão é a de que este número seja zerado até 2027, acabando com a demanda reprimida por energia em Minas Gerais. Isso porque haverá a injeção de aproximadamente 5 mil MVA (Mega VoltAmpére) de potência no sistema elétrico, mais de 50% da atual capacidade instalada.

Confira ainda esta notícia: Energia solar – Cemig SIM receberá aportes de R$ 1 bilhão até 2025

A Cemig SIM, empresa do Grupo Cemig focada em energia renovável, vai receber aportes de R$ 1 bilhão até 2025, da sua controladora, para investir em projetos ligados às fazendas de energia solar. Segundo a empresa, o investimento tem como meta a ampliação de sua participação no mercado de geração distribuída compartilhada de atuais 10% para 30% até o final de 2025. A companhia, que hoje conta com 11 fazendas solares já em operação, pretende inaugurar mais sete ainda no primeiro semestre deste ano de 2021.

João Paulo Campos, diretor de desenvolvimento de negócios e finanças da Cemig SIM, diz que o planejamento estratégico da Cemig prevê investimento de R$ 1 bilhão no negócio de geração distribuída, que acontece através da Cemig SIM. Contudo, irão buscar uma estrutura ótima de capital, ou seja, não necessariamente será com recursos próprios, e, segundo, o executivo, pode-se fazer algum tipo de alavancagem que rentabilize e otimize os resultados no setor de energia solar.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe