Novozymes lança novo produto para maior rendimento da indústria de óleos vegetais

Paulo Nogueira
por
-
19-01-2021 10:50:14
em Energia Renovável
óleos vegetais Novozymes óleo vegetal/ fonte: Novozymes

Para apresentar as vantagens e benefícios desse produto, a multinacional dinamarquesa participará de um webinar, promovido pela AOCS (Sociedade Americana de Óleos Químicos), no próximo dia 26 de janeiro, às 11h

Curitiba, janeiro de 2021 – A Novozymes lança um novo produto, a Quara Boost, uma combinação de enzimas Phospholipase C, chamada Quara Boost, pode ser incorporada diretamente no processo de neutralização química de óleos vegetais, um importante insumo para a indústria brasileira. Para apresentar as vantagens e benefícios desse produto, a multinacional dinamarquesa participará de um webinar, promovido pela AOCS (Sociedade Americana de Óleos Químicos), no próximo dia 26 de janeiro, às 11h, com o tema “Aumente o seu rendimento de óleo: inovação em enzimas para plantas de neutralização química”, cuja participação é gratuita e as inscrições podem ser feitas no site da AOCS, com a participação de Andersom Cattoni, gerente global de marketing da Novozymes para processamento de óleo vegetal, que vai entrevistar dois dos maiores especialistas técnicos da Indústria aqui no Brasil, Renan Marangoni, da Novozymes, e Danilo Lima, sócio-diretor da brprocess.

ANÚNCIO

Leia também

Benefícios da Quara Boos para a indústria de Óleos Vegetais

Depois de intensas pesquisas técnicas e nas plantas fabris, a Novozymes demonstra que a sua combinação de enzimas Phospholipase C, chamada Quara Boost, pode ser incorporada diretamente no processo de neutralização química de óleos vegetais (em vez de ser usada apenas em uma etapa separada de degomagem aquosa). Isso resulta em rendimentos significativamente maiores e preserva a qualidade final do óleo a partir do refino alcalino.

O processo químico assistido por enzimas também pode gerar economia de processamento, pulando a etapa inicial de degomagem aquosa e centrifugação. “Essa é uma solução específica para óleos vegetais. Sendo o Brasil um dos principais produtores de óleo vegetal, no mundo, voltado para as mais diferentes aplicações, essa nova solução oferecida pela Novozymes permite que as indústrias façam uma pequena alteração na planta para ter um rendimento significativo, de cerca de 2%, o que é um diferencial competitivo bastante expressivo no mercado produtivo”, explica Cattoni.

Segundo a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), o país fabricou cerca de 8,83 milhões de toneladas de óleo de soja no ano passado, com um potencial de perdas de 397,5 mil toneladas ou, aproximadamente, 436 milhões de litros. “Substituir os processos químicos usados na degomagem de óleos vegetais por enzimas contribui para aumentar o rendimento dos processos de pré-tratamento e converter perdas em ganhos para as empresas do setor”, destaca o gerente.

Enzimas e inovação de mercado

Pioneiros no segmento, desde 1925, a Novozymes está entre as 100 empresas mais inovadoras do mundo, e também a melhor empregadora, em nível global, na área científica, conforme a revista americana Science Magazine, considerando, exclusivamente, indústrias dos segmentos de biotecnologia, farmacêutico, químicos e similares e está entre as principais Melhores Empresas para se trabalhar no Brasil, contando com uma equipe que criou, implantou e aplica, no dia a dia, quatro principais valores que norteiam o trabalho da companhia no país.

Graças à biotecnologia, a Novozymes consegue desenvolver soluções sustentáveis para a fabricação de insumos para toda uma gama da cadeia produtiva, indo do setor de produtos alimentícios, têxteis, limpeza, além de tratamento de água, pois o uso de enzimas atua como um catalizador natural em reações químicas. A empresa oferece um portfólio com mais de 700 produtos. Mais informações: www.novozymes.com.br


⇒ Participe dos nossos grupos do Telegram e fique atento a todas as notícias do mercado de energia, empregos, projetos e outros assuntos microeconômicos do Brasil. Nossas informações sempre são direto das fontes e atualizadas. Acesse o Nosso Telegram aqui.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.