Nova geração da Toyota Hilux utilizará motor térmico movido a diesel

Valdemar Medeiros
por
-
06-08-2021 12:01:11
em Logística e Transporte
Hilux - Toyota - diesel - motor térmico Nova Hilux da Toyota – créditos: Divulgação/Toyota

Focada nos híbridos, a Toyota utilizará motores a diesel na nova geração da Hilux que está prevista para chegar em 2024, com uma potência e torque ainda maiores. Além dela, a SW4 e Land Cruiser Prado também terão o mesmo tipo de propulsão

A Toyota está focada em oferecer um motor híbrido para todos os produtos e pelo visto, nem mesmo a Hilux ficará de fora. A fabricante está desenvolvendo uma motorização híbrida inédita, que combinará motores a diesel a um propulsor elétrico, de acordo com informações do site japonês Best Car. Dentre os modelos que receberão o novo conjunto de motores estão a Hilux, citada anteriormente, a SW4 e Land Cruiser Prado.

Leia outras noticias relacionadas

Novas gerações previstas para chegar no mercado brasileiro em 2023

O motor elétrico elevará o torque, o que é algo normal nesses motores, mas o seu principal objetivo é fazer com que o esforço do motor a combustão seja poupado e reduza ainda mais o seu consumo.

Um dos motores que será utilizado na Hilux, SW4 e Land Cruiser, será um quatro cilindros 2.5 turbodiesel ou o pujante V6 3.5 turbodiesel. Ambos conectados com um motor elétrico e o primeiro do trio a utilizar do motor será o Land Cruiser Prado, que está previsto para chegar no mercado em meados de 2023. Após a estreia, os novos motores devem chegar à Hilux, ao SUV SW4 e até mesmo ao Hiace, que tem planos de nos próximos anos ter sua fabricação iniciada.

De acordo com o presidente da Toyota na Argentina, Daniel Herrero, a fabricação da Hilux acontecerá por lá, na unidade da montadora em Zárate e afirma também que o seu desenvolvimento já teve início.

Nova Hilux com motor a diesel pode chegar no Brasil em 2024

Nova Toyota Hilux SRX – MAIS POTÊNCIA NO DIESEL. AGORA SIM, A MELHOR PICAPE DO BRASIL?

Os motores híbridos devem elevar de forma notável a eficiência da picape, resultando em número de torque e potência superiores, com uma performance ainda melhor e um baixo consumo. A novidade também colaborará com a redução dos níveis de emissões dos veículos, algo que vem ganhando cada vez mais importância com a perspectiva de rigidez das normas no longo prazo.

Dependendo da combinação que a Toyota adotará para seus motores híbridos a diesel, também será possível a instalação do motor elétrico no eixo traseiro, oferecendo uma tração integral à Hilux de forma mais atualizada em relação ao sistema por eixo tradicional. Tendo em vista que o motor elétrico entrega um alto nível de torque a todo momento, ele também deverá contribuir com a capacidade de reboque e carga dos veículos.

A previsão é que a nova geração da Toyota Hilux faça sua estreia global entre os anos de 2024 e 2025, preservando a produção na Argentina junto à SW4. A estreia no Brasil deverá ocorrer no mesmo período.

Toyota é a primeira a lançar um carro híbrido flex no mundo

Sendo a primeira a lançar um carro híbrido flex a nível mundial, a montadora está trabalhando para colocar o Brasil em um bom posicionamento na sua estratégia mundial de carros elétricos, e também busca a expansão com modelos híbridos e a hidrogênio.

De acordo com o presidente da Toyota na América Latina e Caribe, Masahiro Inoue, no caso do mercado automotivo brasileiro, a melhor opção seria os motores híbridos, tendo em vista que este tipo de propulsão aproveita os benefícios do etanol, um biocombustível em grande abundância no país, e também deixa de lado os investimentos em redes de recarga para carros elétricos.  

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe