Toyota, a primeira montadora a lançar um carro híbrido flex no mundo, investe forte no Brasil para expandir a oferta global de veículos elétricos, híbridos e a hidrogênio com preços atrativos

Valdemar Medeiros
por
-
20-07-2021 13:23:55
em Logística e Transporte
Toyota - veículos elétricos - hidrogênio - hibrido flex Logo da Toyota – créditos: Toyota – Divulgação

Como a primeira empresa a lançar um carro híbrido flex, a Toyota afirma que será vantajoso investir em veículos elétricos, movidos a hidrogênio e híbridos, e afirma também que o Brasil pode se tornar um potencial exportador

Sendo a primeira montadora a lançar um carro híbrido flex no mundo, a Toyota está trabalhando pesado para incluir o Brasil em sua estratégia mundial de veículos elétricos, ao mesmo tempo em que também busca a expansão na oferta global de híbridos e a hidrogênio, trançando uma estratégia única e mais adequada ao mercado brasileiro.

Leia também

Planos da Toyota incluem o mercado brasileiro

Masahiro Inoue, presidente da Toyota da América Latina e Caribe informou mais detalhes sobre os planos da montadora para a neutralidade em emissões de CO2 e também para a transição energética, que inclui veículos elétricos e hidrogênio, mas continua apostando nos híbridos e híbridos plug-in.

Se direcionando especificamente ao Brasil, o presidente da Toyota afirmou que a propulsão híbrida é a melhor opção para eletrificar o mercado brasileiro.

Graças ao carro híbrido flex desenvolvido pela montadora, é possível aproveitar os benefícios ambientais do etanol, que está presente no país, e ao mesmo tempo deixar de lado os investimentos em redes de recarga para veículos elétricos.

Brasil poderá ser exportador de carro híbrido flex

Sobre o Brasil ser um polo exportador de carro híbrido flex, o executivo da Toyota fez algumas observações, mas citou o exemplo da Índia, que tem um enorme interesse nesta tecnologia e não possui uma infraestrutura adequada para implantá-la, o que poderia trazer ao Brasil um leque de oportunidades.

Em relação às células de hidrogênio a etanol, uma tecnologia que vem sido desenvolvida por outras montadoras, o executivo afirma que é algo atraente, mas os custos de seu desenvolvimento são elevados e também afirma que a previsão de ver o Brasil produzindo hidrogênio verde a um custo razoável é de 15 a 20 anos.

Quando um novo carro híbrido flex chegará ao Brasil?

Toyota Corolla Híbrido Flex 2020 – Teste do Camanzi

Em relação ao lançamento de um novo carro híbrido flex para o mercado brasileiro, o executivo afirmou que a Toyota, mundialmente, oferecerá veículos elétricos, sejam híbridos, híbridos plug-in ou com células de hidrogênio. No mercado nacional, chegará um carro híbrido flex pequeno.

Ainda é cedo para afirmar com total certeza qual seria o próximo compacto híbrido flex. Entretanto, considerando as opções da montadora, há uma grande possibilidade de ser o Toyota Yaris, que teria que passar por uma mudança na estrutura para se tornar híbrido.

Além desse, outro que tem uma grande possibilidade de chegar é o Toyota Raize, que inicialmente seria importado e logo após produzido localmente.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.