Multinacional Reivax lança para o segmento de energia solar fotovoltaica um sistema capaz de monitorar usinas solares

Valdemar Medeiros
por
-
13-04-2021 16:40:44
em Energia Renovável
Multinacional - Reivax - energia solar - fotovoltaica Solução tecnológica da multinacional Reivax – Fonte: Divulgação

A Reivax, multinacional brasileira, lançou sua primeira linha de soluções exclusivas direcionada para a indústria de energia solar fotovoltaica

Reivax, uma multinacional brasileira e referência em sistemas para controle de geração de energia elétrica, lançou sua primeira linha de soluções exclusivas para o segmento de energia solar fotovoltaica. Essa novidade foi apresentada pela Reivax ao mercado durante um evento online em comemoração ao 34o aniversário da companhia que é celebrado em 1o de abril.

Leia também

Tal investimento fortalece a decisão estratégica da Multinacional Reivax em acompanhar o rápido crescimento global do setor de geração de energia a partir de fontes renováveis. Atualmente a empresa tem propostas de fornecimento que somam cerca de 5.000 megawatts.

A empresa está presente em mais de 40 países, e tende a beneficiar o Brasil com esse investimento em energia solar. No Brasil, as usinas de energia solar fotovoltaicas com capacidade de geração acima de 5 MW, necessitam desse tipo de controlador para controlar a energia entregue no ponto de conexão com o Sistema Interligado Nacional (SIN).

Palavras do CEO da multinacional

De acordo com CEO da Multinacional Reivax, Fernando Amorim da Silveira, a empresa dispõe de uma solução completa e integrada para supervisão e controle que inclui o equipamento Power Plant Controller (PPC), na empresa denominado PPCx e o Software SCADA, isso para capitanear as aplicações do segmento.

O controle da geração de energia em usinas de energia solar fotovoltaicas é um controle conjunto de energia de diversos inversores, que a empresa possui uma grande experiência e diversos projetos executados, afirma o CEO.

É muito importante que a usina de energia solar fotovoltaica opere de acordo com as condições estabelecidas pelo Operador Nacional do Sistema Elétrica (ONS), além de ser importante para o cumprimento de contratos PPAs, quando o empreendimento fornece sua energia para o mercado livre de energia. Com o lançamento desse produto da Reivax, com certeza a empresa irá contribuir de forma significativa para o desenvolvimento das usinas de energia solar fotovoltaicas, afirma ele.

Mercado de energia solar promete uma reviravolta até 2050

Em 2050, a energia solar produzirá um terço da energia elétrica, conforme projetado no Panorama de Transição de Energia para 2020 da DNV. Este crescimento notável será devido em parte ao declínio contínuo nos custos de tecnologia PV e taxas de custo nivelado de eletricidade (LCOE) favoráveis. 

Ainda assim, os investidores e operadores de energia solar enfrentam desafios para receitas no futuro, uma vez que os mercados atribuem menor valor à energia produzida por esta variável renovável e aumentos substanciais na geração solar resultam em canibalização de preços. Essas tendências se acelerarão na próxima década. 

“A digitalização de ativos e processos fotovoltaicos não apenas reduzirá os custos, mas também aumentará o valor geral da geração solar no mercado”, disse a autora do relatório Dana Olson, Líder Global do Segmento Solar da DNV. “Ele fornecerá os insights e a integração necessários que os projetos solares precisarão para operar lucrativamente em um ambiente cada vez mais competitivo”. 

Sobre a empresa

A Multinacional Reivax começou fornecendo equipamentos e serviços de controle e automação para máquinas síncronas, em abril de 1987. Ela foi fundada com a missão de fornecer maior valor ao cliente por meio da inovação. Fazendo assim, através dessa filosofia, o primeiro estabilizador do sistema de energia baseado em potência de aceleração e filtro de rastreamento de rampa.

Atualmente, a Multinacional Reivax atua na área de tecnologia para geração de energia. Sendo uma empresa global, ela possui sede em Florianópolis (Brasil), Montreal (Canadá) e Baden (Suiça), e está presente em mais de 40 países ao redor do mundo, em seu comando mais de 145 GW de potência.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.