Moto elétrica criada com materiais sustentáveis atrai consumidores e faz 0-100km/h em 3,8 segundos

Valdemar Medeiros
por
-
07-06-2021 13:14:52
em Logística e Transporte
moto elétrica - sustentável - consumidores Moto elétrica Luna – Créditos: SONDORS

A startup de veículos elétricos, Tarform, criou uma moto elétrica chamada de Luna, que surgiu com o objetivo de combinar materiais sustentáveis com um design estético

A Tarform criou uma moto elétrica voltada para consumidores que querem uma moto personalizada e tecnológica. A moto é construída com o uso materiais sustentáveis e evita, ao máximo, utilizar plásticos em sua estrutura. A nova moto elétrica possui uma série de características sustentáveis em seu design ecológico, que consegue atrair consumidores ao redor de todo o mundo.

Leia também

Luna – A moto elétrica sustentável

A moto elétrica possui uma série de características sustentáveis em seu design ecológico. Sua carroceria foi feita a partir de sementes de linho, e sua engenharia, no geral, evita ao máximo utilizar materiais plásticos.

A elétrica tem em seu estofamento do assento, couro vegano biodegradável e, não satisfeita, a empresa ainda está fazendo testes para evitar o uso de tintas em suas motos sustentáveis.

Por fim, a nova moto elétrica, que está atraindo consumidores ao redor do mundo, tem um preço de cerca US$ 24.000 e vai de 0 a 100 km/h em incríveis 3,8 segundos. Ela possui uma autonomia de 193 km, e sua velocidade máxima é de 190 km/h. Sua bateria consegue, em menos de uma hora, carregar 80% de acordo com especificações da empresa.

Tarform no mercado de motos sustentáveis – A revolução da indústria

Dirigindo-se ao futuro com motocicletas Tarform

A empresa está entrando no setor de veículos elétricos competindo com várias startups de motos sustentáveis que estão tentando atrair consumidores de motos a combustão para a mobilidade elétrica. A Tarform compete com a Zero Motorcycles, que possui 200 concessionárias espalhadas em todo mundo e lançou, em 2019, sua SR/F com um preço de US$ 19.000.

A moto elétrica da Zero pode alcançar 259 km de autonomia e chegar em 200 km/h em sua velocidade máxima. Ademais, outra empresa que está se expandindo no Estados Unidos com motos sustentáveis é a italiana Energica.

Em 2020, a famosa estadunidense Harley Davidson se tornou uma das maiores empresas a fornecer uma moto elétrica para as ruas, com a LiveWire custando em torno de US$ 29.000. Por fim, a Tarform também pretende competir com a Damon Motors, uma startup que estreou esse ano sua moto elétrica Hypersport de 320 km/h de autonomia com um preço de cerca de US$24.000.

Planos da Tarform com as motos sustentáveis

Taras Kravtchouk, fundador da empresa, afirma que a moto elétrica é voltada para consumidores que desejam uma moto tecnológica e personalizada. Ele explicou que a empresa não leva como prioridade competir com os players de motos elétricas.

“Estamos bem longe da produção da Zero ou das outras empresas, mas esse não é o nosso foco. A moto elétrica que produzimos não é voltada para ser a mais rápida ou para ter um maior alcance”. Ele afirma que a empresa decidiu construir uma moto que revise, de forma completa, a cadeia de produção e fornecimento de motos sustentáveis, de um jeito que os materiais sejam adquiridos de forma ética.

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe