Leilão de transmissão prevê R$ 4bi em investimentos e geração de mais de 8.700 vagas de emprego!

Leilão de transmissão prevê 8.700 vagas de emprego!

Investimento previsto é de aproximadamente R$ 4,1 bilhões, com geração de 8.782  vagas de emprego diretos!

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou o edital do leilão de transmissão. O próximo vai ofertar 2.470 quilômetros de linhas e 7.800 megawatt-ampere (MVA) em capacidade de transformação, que será realizado no dia 19 de dezembro. O investimento previsto é de R$ 4,1 bilhões com geração de 8.782  vagas de emprego diretos. Falando em energia, não perca a grande chance de trocar seus eletrodomésticos pagando a metade do preço! Para menor consumo de energia Enel contribui com 50%!

As linhas de transmissões são responsáveis pelo caminho da energia até nossa casa. Os leilões servem para viabilizar concessões de novas linhas para o sistema elétrico.

Ao todo, serão licitados 12 lotes nos estados do Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

O certame foi oferecer 43 empreendimentos, sendo 25 linhas de transmissão e 18 subestações. Os prazos de conclusão das obras variam de 36 a 60 meses.

Os empreendimentos dos lotes de 1 a 9 e 12 são inéditos e serão ofertados pela primeira vez, enquanto o lote 10 são oriundos de concessões extintas da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf), que tiveram as concessões caducadas.

As empresas vencedoras da disputa assinarão contratos de concessão de 30 anos para a construção e futura operação dos projetos.

Os leilões para novos projetos de transmissão de energia no Brasil têm atraído forte interesse de investidores nos últimos anos, incluindo grandes elétricas internacionais como a chinesa State Grid e a indiana Sterlite, além de empresas locais como Equatorial Energia e Energisa.

Notícias e Vagas do seu interesse

Flavia Marinho

About Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e experiente na indústria de construção naval. OBS: Não contratamos, então não envie currículos! Informações sobre empregabilidade apenas no site.