Indústria naval: Empresas começam a aplicar investimentos em navios autônomos

Valdemar Medeiros
por
-
01-12-2020 11:27:37
em Indústria Naval, Portos e Estaleiros
indústria naval - navios - investimentos navio autônomo em alto mar

A nova era chegou e junto a ela estão surgindo varias novidades para a indústria naval, uma das que vem ganhando destaque são os investimentos em navios autônomos

De acordo com um anúncio da empresa do ramo marítimo, a Ocean Infinity pretende construir oito grandes navios totalmente autônomos, possuindo cerca de 78 metros de comprimento, isso nos faz acreditar no conceito de grandes navios do tipo automatizadas e controladas via controle remoto futuramente, fazendo assim um grande avanço nos investimentos da indústria naval.

Leia também

Ao anunciar a decisão de avanço dos investimentos e recrutamento da VARD, que é uma das projetistas globais e construtora de navios especializados, para o desenvolvimento desta série de navios autônomos, a empresa Ocean Infinity não gostou muito dessa abordagem.

Empresas do ramo da indústria naval, investem em navios de propulsão à base de turbinas eólicas

Algumas grandes empresas fazem investimentos em projetos de navios cuja a propulsão pode ser combinada entre os motores e turbinas eólicas, entre outras novidades. Mas, um navio autônomo ainda soa um pouco como ficção cientifica, embora, para alguns, as vantagens seriam diversas: um gasto menor em tripulação e mantimentos, mais espaço para cargas e o melhor, um total de zero emissões. Um investimento muito benéfico não só para a indústria naval, mas visando também o meio ambiente.

Os navios tradicionais queimam tanto combustível como se fosse uma cidade inteira. Utilizam mais combustível que os navios de contentores, e fazem uso de um combustível com baixo teor de enxofre, que no caso é cem vezes pior que o diesel, explica o especialista Bill Hemmings, diretor da Rosetta Advisory Services.

Investimentos da indústria naval em navios autônomos ameaça demanda dos marítimos?

A evolução dos navios autônomos tem uma importante repercussão no mercado da indústria naval, com a demanda dos marítimos, nas necessidades em treinamento e nos custos com pessoal. A tripulação continua sendo o principal custo nas operações dos navios, o que relativamente representa quase 50% das despesas típicas na operação dos navios. Somente o tempo poderá revelar se as empresas lideres de mercado decidirão investir nos navios autônomos.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.