Home > Sem categoria

Mais trabalho do Golfo do México para navio-sonda da Pacific Drilling

Paulo Nogueira
por
-
20-12-2019 08:13:17
em Sem categoria
Golfo do México perfuração Chevron Pacific Sharav

A principal petrolífera dos EUA, a Chevron, exerceu uma opção pelo navio de perfuração Pacific Sharav, de propriedade da Pacific Drilling, que opera no Golfo do México dos EUA

Golfo do México, 20 de dezembro de 2019 – Em seu último relatório de status da frota, publicado na quinta-feira, 19 de dezembro, a Pacific disse que a Chevron havia exercido a terceira opção de poço para o navio de perfuração Pacific Sharav. Veja também: Subsea 7 e Chevron fecham contrato submarino na mesma região.

Leia também

Sob essa terceira opção de poço firme, o navio-sonda trabalhará para a Chevron de março a maio de 2020, com uma taxa diária de US $ 225.000. A primeira opção começou em setembro de 2019 e terminou em dezembro com uma taxa diária de US $ 175.000.

Atualmente, o navio-sonda está sob uma segunda opção de poço firme com a Chevron, que começou em dezembro e deve terminar em março de 2020, com uma taxa de US $ 185.000 por dia.

No entanto, a Pacific revelou que a Chevron não exerceria a opção de um poço restante prevista no contrato.

A Pacific também disse que o navio sonda Pacific Khamsin iniciou seu contrato no Equador com o Equinor no Golfo do México em 15 de dezembro de 2019. Este é o primeiro poço contratado da plataforma com três poços firmes e expira em março de 2020. A taxa diária é de US $ 227.000.

A partir de março do próximo ano até julho, o Pacific Khamsin é atribuído à Total pela segunda empresa da Equinor, com uma taxa diária de US $ 252.000.

O terceiro poço firme da Equinor começa em agosto de 2020 e termina em outubro de 2020 com uma taxa de US $ 282.000. Também existe uma opção com preço bem restante.

Além disso, o navio-sonda Pacific Santa Ana iniciou seu contrato com a Petronas na Mauritânia em 9 de dezembro de 2019, e a Pacific Bora está se mobilizando para Omã por seu contrato com a Eni.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.